Menu
segunda, 25 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Longen e Duarte alinham campanha contra o Aedes aegypti em Corumbá

24 fevereiro 2016 - 11h36Sylma Lima
O presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, alinharam, nesta terça-feira (23/02), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande, a realização da “Campanha Guerra ao Mosquito Aedes aegypti” no município pantaneiro a partir do próximo dia 14 de março. A iniciativa, que será desenvolvida pela Fiems, Sesi e Prefeitura, vai disseminar informações de conscientização da população de Corumbá sobre as formas de combate ao vetor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. Segundo o Sérgio Longen, é de extrema importância a realização dessa ação em Corumbá da mesma forma que foi em Campo Grande, onde, em 47 dias de campanha, as equipes conseguiram atingir 127.775 domicílios e 7.168 empresas, totalizando 482.443 pessoas. “Espero estender também essa campanha contra o mosquito para Dourados, onde já conversei com o prefeito Murilo Zauith. Nossa intenção é colaborar no combate a esse grande problema que temos hoje no Brasil, que são as doenças dengue, chikungunya e zika vírus. É uma briga de todos”, declarou. Ele acrescenta ainda que a população precisa criar consciência, pois, a partir disso, será possível evoluir no combate ao Aedes aegypti. “As doenças transmitidas por esse mosquito só serão vencidas com a ajuda de todos. Essa é a missão do Sistema Fiems e é dessa forma que nós empresários esperamos colaborar, inclusive, visitando empresas em busca de melhorias na saúde de todos nós”, reforçou. Já o prefeito Paulo Duarte salientou a importância da parceria. “Cada vez mais buscamos pessoas e parcerias que contribuam para o desenvolvimento de Corumbá. A Fiems vem para somar aos esforços que estamos empreendendo na luta contra o Aedes aegypti. Essa parceria vem para agregar às ações que já estamos realizando em toda a cidade, inclusive com o apoio das Forças Armadas. Além disso, a meu pedido, a Fiems também vai trazer para Corumbá a Ação Cidadania, com atendimentos em diversas áreas como odontologia, oftalmologia, exames de prevenção ao câncer, saúde da mulher, carteira de trabalho, orientações jurídicas, entre outros serviços de cidadania”, declarou. A iniciativa será desenvolvida no período de 14 de março a 14 de abril com uma grande mobilização, que contará com uma unidade móvel do Sesi, automóveis, carro de som e 20 agentes de campo, sendo 10 contratados pelo Sistema Fiems e 10 disponibilizados pela Prefeitura de Corumbá, promovendo caminhada com panfletagem, adesivagem de veículos e realização de visitas domiciliares. Dados da Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá aponta que, no período de 1º de janeiro a 22 de fevereiro deste ano, foram 238 notificações de dengue, sendo um caso positivo, 13 notificações de zika vírus, sem nenhuma confirmação, e duas notificações de chikungunya, sem nenhuma confirmação. (Informações em Fiems)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aviso
Bombeiros disponibilizam telefone fixo devido problemas técnicos na linha 193
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nos próximos dias
Acidente
Rapaz sofre fraturas após ser atropelado na saída da quermesse em Ladário
R$ 350 mil
Bia Cavassa entrega duas viaturas semiblindadas à PRF
Transtornos
Quase 1 milhão de raios atingiram MS neste fim de semana
Procurados
Membros do PCC presos na fronteira com MS são entregues à polícia brasileira
Eldorado
Tempestade derruba fios elétricos e 51 animais morrem eletrocutados em fazenda
Até 4 de Novembro
IFMS segue com inscrições abertas para cursos subsequentes e Proeja
Mundo Novo
Jovem é preso por disparos e porte ilegal de arma de grosso calibre
Meio Ambiente
Semana do Lixo Zero com coleta de vidros e entrega de medicamentos vencidos começa hoje em Corumbá

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19