Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Liane foi morta por reconhecer a voz de "Cebolinha"

14 julho 2020 - 17h49Redação

A Polícia Civil de Corumbá confirmou durante coletiva de imprensa,  na tarde desta terça-feira, 14 de julho, que Fabiano Velasques, de 28 anos, conhecido como “Cebolinha”, agiu sozinho na morte de Liane Aparecida Arruda, de 51 anos, que era dona da Espeteria Darmanceff.

 

No decorrer da coletiva dirigida pela delegada Tatiana Zinger juntamente com o delegado Willian Rodrigues, confirmou-se que o crime aconteceu porque Liane reconheceu a voz do ex-garçom do restaurante, Fabiano Velasques, o acusado fala que não tinha inteção de matar Liane, somente roubar para pagar suas dívidas. Cebolinha confirmou o crime e disse que cometeu sozinho.

 

"Fabiano se diz arrependido, porque nunca teve problemas com a vítima, mas não vislumbrei nenhuma característica de arrependimento, ele pareceu ser uma pessoa fria e diz não recordar direito do crime, mas jogou a faca que usou em uma lixeira", afirmou a delegada Tatiana.

 

Liane estava entrando em sua residência, após levar os funcionários do restaurante em casa, quando Cebolinha entrou escondido na garagem, ficou por cerca de 30 minutos e agiu o crime perto do portão, Liana foi morta com oito perfurações no pescoço, no sábado a noite 12 de julho.  Logo após Cebolinha matar Liane, o acusado conseguiu roubar 9 mil e 500 reais, além de jóias e o gabinete do computador, onde estavam as imagens das câmeras de segurança e o carro da vítima.

 

Na manhã de hoje, detalhes sobre o crime foram revelados. Como a frieza do criminoso, que aguardava pela ex-patroa enquanto ela levava funcionários em casa. “Cebolinha” amordaçou a vítima, a matou com oito perfurações no pescoço, utilizando uma faca  e somente depois roubou dinheiro, jóias e o carro modelo Fox preto, que foi utilizado por ele para passear com amigos pela cidade e depois abandonado no bairro Aeroporto, no mesmo dia do crime.

 

A Polícia Civil tem dez dias para concluir o inquérito. Há possibilidades que a conclusão da investigação seja enviada ao Ministério Público antes da data prevista.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida