Menu
quarta, 29 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Laudo técnico da Agesul divulga causas da queda de ponte em Guia Lopes

25 janeiro 2016 - 14h44Gesiane Medeiros
A Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) já tem o laudo técnico que aponta as causas da queda da ponte de concreto sobre o rio Santo Antônio, localizada na MS-382, no município de Guia Lopes da Laguna. A estrutura desabou no último dia 2 janeiro. Segundo o parecer técnico realizado pelo engenheiro civil, contratado em caráter de emergência, Carlos Portugal, a ruína total da ponte se deu pela ocorrência de um fenômeno conhecido como colapso progressivo. Baseado em considerações técnicas como o fato da ponte ser considerada tecnicamente curta o que provocou uma erosão do aterro, a própria erosão deslocou a cortina (elemento estrutural para contenção do aterro) o que levou a instabilidade da ponte.  Também foram apontadas uma série de falhas, sendo uma das principais, a precariedade nos apoios das vigas da superestrutura ( a qual é composta de elementos denominados superiores como transversinas, viga de apoio e laje) sobre as travessas e a falta de eficiência na solidarização transversal das mesmas, ou seja as travessas não “trabalharam” de forma única na estrutura da ponte, o que também comprometeu sua instabilidade diante de qualquer intercorrência. Ao final, a análise do projeto  também indicou que a durabilidade da ponte estaria comprometida, pois os tirantes das cortinas e as estacas metálicas do pórtico na calha do rio estavam sem a proteção necessária, o que é previsto em Normas Técnicas. De acordo com o diretor-presidente da Agesul, Marcelo Miglioli, diante do projeto falho e do prejuízo R$ 1,3 milhão com a queda de uma única ponte, será realizada uma auditoria técnica sobre todas as outras que possuem o mesmo projeto. “Vamos contratar uma consultoria e já estamos analisando a forma de contratação, pois temos que fazer isso o mais rápido possível”.   A ponte A ponte foi inaugurada em abril de 2012, com investimentos do Ministério da Integração Nacional no valor de R$ 30 milhões,  e que contemplou a reconstrução 37 pontes de madeira danificadas pelas chuvas do ano de 2011.     Texto de autoria do Notícias MS 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Embrapa
Campanha Anual de Promoção do Alimento Orgânico chega a sua 20ª edição no Pantanal
Atrativo Turístico
Vereador pede revitalização do Eco Parque Cacimba da Saúde
Bolsistas
IFMS prorroga inscrições para bolsas do Mulheres Mil
Serviço Necessário
Vereador pede atenção especial para recuperar sistema de energia no Taquaral
Solidariedade
Sistema Fiems envia carretas de eletrotécnica e marcenaria para atender desabrigados no RS
Vagas para MS
Divulgado gabarito preliminar do concurso da Caixa
Operação Cartão Vermelho
Cezário pede licença do cargo de presidente da federação
Pavimentação
Obras de infraestrutura avançam em ruas do bairro Jardim dos Estados
Recurso Federal
Luciano Costa busca emenda para atender programas sociais do Moinho Cultural
Obrigatório
Prazo para implantação de QR Code para identificação de táxis termina dia 21 de junho

Mais Lidas

Educação
Inscrições no IFMS para qualificação profissional a distância vão até domingo, 2 de junho
Esporte
Primeira etapa do Circuito Funec de Corrida Rua reúne mais de 400 participantes
+ de 7 quilos
Bolivianas são presas transportando pasta base para São Paulo
Na Câmara
Aprovado Projeto que institui 30 horas de jornada a profissionais de enfermagem em Corumbá