Menu
sexta, 15 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
governo presente janeiro/21
Geral

Justiça suspende fundo partidário municipal do PSB, PMB e Pros

27 agosto 2018 - 14h10Campo Grande News

A Justiça eleitoral suspendeu o repasse do fundo partidário às direções municipais do PSB, Pros e PMB, em Campo Grande. A justificativa é que as legendas não enviaram a prestação de contas referente ao ano passado, que traz a arrecadação e todas as despesas e  que foram feitas, detalhando a movimentação financeira.

PUBLICIDADE

A decisão partiu do juiz eleitoral Paulo Afonso de Oliveira, que nos três casos ressaltou que o prazo final para o envio era 30 de abril, e que mesmo após os partidos serem intimados - sob pena de suspensão do fundo - não foram mandados os documentos.

Ele ainda ponderou que a “ausência de movimentação” dos recursos dentro da legenda, não isenta o mesmo de enviar a prestação de contas do ano anterior. As decisões foram tomadas pela 08º Zona Eleitoral de Mato Grosso do Sul.

No caso do PMB, o juiz citou em 26 de junho deste ano, o partido informou que comissão provisória municipal estava inativa há dois anos, por isto deixou de atender à solicitação judicial. Foi então pedido uma ampliação de prazo, mas que mesmo com 10 dias concedidos, as tarefas não foram cumpridas.

O PSB também pediu ampliação de prazo e mesmo com 30 concedidos, não enviou a documentação. O magistrado então considerou que as prestações de contas das três legendas não foram feitas.

Defesa – O presidente estadual do Pros, Fabrício Venturoli, disse que ainda tinha acesso a esta decisão, mas que assim que for notificado, irá tomar as devidas providências. Já o candidato ao Senado e presidente regional do PMB, Dorival Betini, explicou que vai recorrer da decisão e que foi a gestão passada não prestou conta. “Vamos colocar tudo em ordem”.

O vereador Francisco Gonçalves, presidente municipal do PSB, disse que já contratou uma assessoria jurídica para analisar as contas dos últimos anos, para regularizar a documentação e fazer uma auditoria. “Sabemos que está faltando as prestação (contas) de 2016 e 2017, entendo que o partido tem história e vamos esclarecer tudo que tiver irregular”, justificou ele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPTURA DE ANIMAL
PMA captura tamanduá-bandeira no centro da cidade, o terceiro em 15 dias
EDUCAÇÃO
Termina hoje inscrição para primeira seleção de 2021 do ProUni
COVID-19
MS chega à metade de janeiro com 272 mortes por Covid-19
CAMPANHA SAÚDE MENTAL
Janeiro Branco: Profissionais falam da importância de cuidar da saúde mental
POLICIAL
PRF e PM apreendem 581 Kg de maconha em MS
Utilidade
O melhor formato de vídeo para o seu Mac
EDUCAÇÃO
Veja cinco dicas para se preparar para o Enem 2020
EDUCAÇÃO
IEL está com inscrições abertas para o curso de planejamento estratégico
SAÚDE
Centro e Borrowiski recebem ação de combate à dengue nesta sexta e sábado
ECONOMIA
Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Mais Lidas

CHUVA FORTE
Tempestade atinge 220 famílias em Corumbá
COVID-19
Criança de 8 morre por coronavírus em MS, somando 2.625 mortes pela doença
POLICIAL
Policiais prendem homens por lesão corporal dolosa e ameaça no Loteamento Pantanal
RECLAMAÇÃO DO CONSUMIDOR
Consumidor paga conta e tem água cortada