Menu
quinta, 20 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Juiz vê “fatos novos” em plano para matar autoridades e manter Jamil Name em Mossoró

29 junho 2020 - 16h17O Jacaré

Em nova reviravolta, o juiz corregedor Water Nunes da Silva Júnior, viu “fatos novos” no suposto plano descoberto dentro do Presídio Federal de Mossoró e acatou pedido para manter o empresário Jamil Name, 81 anos, acusado de chefiar grupo de extermínio, no Rio Grande do Norte. Conforme o Ministério Público Estadual, as ordens para matar delegado do Garras, promotor do Gaeco e defensor público estavam em um pedaço de papel higiênico.O magistrado acatou o pedido de manter o poderoso empresário no RDD (Regime Disciplinar Diferenciado), no qual não é permitido contato com familiares, apenas com advogado – que ele já estava desde 12 de outubro do ano passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Evento
Corumbá recebe etapa Pantanal do Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Ações Climáticas
Destaque
Corumbá debate o Paradesporto em Festival da Inclusão na Apae
No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá
50% + que 2023
Governo de MS libera R$ 72 milhões das emendas parlamentares de 2024
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Economia
Conselho aprova 86 cartas consulta que pleiteiam R$ 175 milhões em financiamentos pelo FCO
Meio Ambiente
ONGs destacam importância do trabalho conjunto no combate à incêndios no Pantanal
Tempo
Quinta-feira tem chance de chuva em parte do estado, mas em Corumbá o calor continua
Meio Ambiente
Falta de navegabilidade já impacta atuação de combate ao fogo no Pantanal

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Fronteira
Operação conjunta apreende 2 toneladas de mercadorias irregulares, Ilhamas empalhadas e cocaína