Menu
quarta, 29 de junho de 2022
Andorinha Institucional 2022
Andorinha Institucional
Geral

Juiz Miglioranzi diz que receios, preconceitos e as limitações, dificultam a adoção

24 maio 2022 - 13h26Redação

O Dia Nacional da Adoção, celebrado em 25 de maio, foi lembrado ontem, segunda-feira, 23, na Câmara Municipal, com as visitas do juiz titular da 1ª Vara Cível de Corumbá, Maurício Cleber Miglioranzi Santos, e do coordenador do Grupo de Apoio à Adoção Pantanal (GAAP), Cleverson Gonçalves da Costa, 

Em atendimento a convite do vereador Manoel Rodrigues, os dois fizeram uso da palavra no Plenário, e abordaram um importante tema que afeta não só a sociedade corumbaense, mas também de todo o Mato Grosso do Sul e do Brasil. A presença dos dois foi bastante elogiada pelo vereador Roberto, presidente do Legislativo, que ressaltou o trabalho desenvolvido pela Casa de Leis, principalmente no que se refere a temas envolvendo crianças e adolescentes. 

O juiz Maurício Miglioranzi enalteceu o trabalho desenvolvido pelos vereadores corumbaenses que “atuam intensamente na defesa dos direitos da criança e do adolescentes, das mais diversas formas”. Para se ter juma ideia, em relação ao tema abordado na sessão, uma proposta aprovada pela Câmara, de autoria do vereador Manoel Rodrigues, virou Lei Municipal (2.672, de 10 de maio de 2019), que instituiu a Semana Municipal da Adoção e Acolhimento, uma referência ao 25 de maio, Dia Nacional da Adoção. 

Elogiou o trabalho desenvolvido por Cleverson da Costa que, ao lado da sua esposa Laura Costa, são dois batalhadores pela causa, inclusive com a adoção já há alguns anos, de Luiz Antônio, que formam uma bela família e “desmistificam os preceitos e eventuais preconceitos que existam em relação a adoção”. 

Miglioranzi relatou uma pequena amostragem da realidade no Estado. “Nós contamos hoje com 250 pessoas ou casais que pretendem adotar. Do outro lado temos apenas 87 adolescentes em condições de ser adotados. Esse número que nunca fecha, tem uma resposta sim. São justamente os receios, os preconceitos e as limitações”, diagnosticou. 

Lembrou um debate a nível nacional para a exclusão no Sistema Nacional de Adoção um dos critérios que é disponível para os pretendentes, que é a escolha de raça ou cor”. 

Concordou que já houve uma grande evolução, bem diferente de 13 anos atrás quando ingressou na carreira. Disse que, na época, “crianças e adolescentes acima de três anos, eram praticamente inadotáveis ou encaminhados às internacionais. São brasileiros, corumbaenses que hoje moram longe, porque nós não tivemos, como sociedade, a maturidade suficiente pra saber amar despreendidamente”. 

Continuou argumentando que, hoje, “vivemos em um mundo de uma série de preocupações, guerras, fomes, altas de preço. Mas nós combatemos todos os dias, a dura realidade das crianças e adolescentes que afastadas de suas famílias por medida de proteção”, observou, citando que “essas crianças, infelizmente, encontram-se aprisionadas”. 

Projeto Padrinho   

O juiz relembrou histórias tristes de um passado não muito distante, e do trabalho desenvolvido ao lado de parceiros, na busca de dias melhores para as crianças e adolescentes que se desprendem do núcleo familiar. 

Uma das medidas adotadas pelo Tribunal de Justiça foi a idealização do Projeto Padrinho que permite melhorar o atendimento a este público alvo, e que conta com parceiros que ajudam na viabilização de mesadas no valor de R$ 35,00 para atender as crianças que estão em abrigos. 

Reforçou a necessidade de, durante esse mês de maio e no Dia Nacional da Adoção, “precisamos fazer em nosso país, em nossa cidade, uma guerra de amor”, conclamando os integrantes do Poder Legislativo a partilhar desse desprendimento, inclusive visitando as crianças e adolescentes nas Casas de Acolhimento, que Miglioranzi define como o CTI da Assistência Social. “Vamos desmistificar os preconceitos e abrir os braços para o amor”, finalizou. 

 

* Informações da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Fabricante de cimento não comparece em audiência pública e é criticada
Imunização
Ladário inicia vacinação contra Influenza para toda população a partir de 6 meses de idade
Projeto Ambiental
APA Baía Negra recebe Placas Ilustrativas de aves silvestres
Esporte
Circuito Funec de Corrida de Rua promove 2ª etapa no domingo (3)
Sejusp
Decreto estabelece criação de Delegacias de Atendimento Comunitário em Corumbá e Ponta Porã
LDO 2023
Câmara aprova projeto que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentária de 2023
Na BR 262
Passageiros de ônibus que saíram de Corumbá são presos com 30 kg de cocaína
Resolvido
Central 190 da PM volta a funcionar
Habitação
Primeira etapa da regularização fundiária contempla 70 beneficiários em Corumbá
Facilidade
Com até 100% de desconto, REFIS pode ser aderido até pelo WhatsApp

Mais Lidas

Salvando vidas
Câmara homenageia policiais militares que salvaram jovem no Previsul
Resgate
Bombeiros capturam onça de 100 quilos no quartel do Exército
Direto ao Consumidor
Após manifestação, vereador pede reativação do Mercado Municipal
Concurso
Publicados editais relacionados aos concursos públicos da Sedhast, Sejusp, Iagro e Agraer, e seleção