Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Jornalista Denilson Pinto morre vítima da Covid-19 na Capital

30 março 2021 - 08h27Mariana Conte

O jornalista Denilson morreu aos 53 anos nesta segunda-feira, 29 de março vítima da Covid-19.

Ele estava internado há nove dias no Hospital El Kadri, em Campo Grande e sofreu uma parada respiratória durante procedimento de extubação.

Denilson Pinto iniciou sua carreira como assessor de imprensa do então prefeito Juvêncio César da Fonseca e também foi assessor do prefeito André Puccinelli.

O jornalista também trabalhou no jornal Correio do Estado, onde sua marca registrada eram reportagens investigativas. El chegou de ir ao Haiti para cobrir matérias especiais nos anos de 2006 e 2007.

O site Capital do Pantanal solidariza-se com a família, parentes e amigos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trânsito
Vereador pede informações ao DNIT, sobre radares na rodovia BR 262
Tráfico de Drogas
Operação conjunta apreende mais de 5 toneladas de maconha em Ponta Porã
Dado Positivo
MS é um dos quatro estados sem registro de mortes por Covid-19 nos últimos dias
Preço Mais Justo
Agepan estuda viabilidade para reduzir taxa de abastecimento de água e esgoto em MS
Denúncia
Vereador quer saber se empresas estão cumprindo cotas para pessoas com deficiência
Serviço
Projeto de Lei propõe desconto por dia de interrupção de serviços de telefonia e internet
Retomada
TRE-MS retoma trabalho presencial no dia 3 de novembro
Imunização
Ribeiros do Taquari recebem vacina contra Covid nos dias 26 e 27
Prisão
Evadido é capturado em rondas no bairro Dom Bosco
Relatório Parcial
Operação de prevenção à incêndios completa sete meses com mais R$ 33 milhões em multas

Mais Lidas

Corumbá
Casal é levado para delegacia após bebedeira e briga
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Recurso
Vereador questiona uso do duodécimo do legislativo repassado para Santa Casa em 2020