Menu
segunda, 20 de maio de 2024
Câmara de Corumbá - Maio Amarelo 2024
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Jacaré-do-pantanal é tema de exposição interativa

20 abril 2016 - 11h10Assessoria
Com cara de poucos amigos e uma reputação de malvado, o jacaré-do-pantanal (Caiman yacare) parece ameaçador, mas a aparência engana e a espécie possui hábitos tranquilos e vida em agrupamentos. É isso que a exposição sobre a espécie, que acontece até 30 de abril na Estação Natureza Pantanal, irá apresentar a quem prestigiar a exibição. “Queremos desmistificar como as pessoas enxergam esse animal, que possui grande importância na região por controlar a população de diversas espécies das quais se alimenta, como as piranhas, por exemplo”, explica Ivonete Guaragni, administradora da Estação Natureza Pantanal, localizada em Corumbá, a cerca de 400 km de Campo Grande. Ivonete destaca que apesar da alta população da espécie na região – são cerca de 10 milhões de jacarés em todo o Pantanal -, as pessoas não a conhecem a fundo e têm muitas dúvidas. “Os visitantes encontrarão muita informação e curiosidades transmitidas de forma leve e lúdica para chamar a atenção principalmente das crianças”, comenta. Dentre as atrações destacam-se a exibição de sons e imagens apresentando o comportamento dos jacarés, com vídeos sobre seu habitat e forma de vida. O ponto alto da visita será a apresentação de diversos crânios de jacarés, que os visitantes poderão manusear, aprendendo na prática as diferenças e peculiaridades de cada animal. No espaço, que é mantido pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, também serão apresentadas curiosidades como o fato de os jacarés ficarem entocados por meses durante o período da seca, para se protegerem da falta de água. Além disso, serão abordadas também as principais ameaças à espécie como caça predatória, atropelamento e as alterações do clima. “Toda a biodiversidade pantaneira depende do ciclo equilibrado das cheias e secas, por isso é importante conscientizar as pessoas para os impactos negativos das mudanças climáticas, como falta de água que pode causar a redução no número de muitas espécies como o próprio jacaré”, conclui. A exposição é realizada em parceria com a pesquisadora de jacarés Zilca Campos, da Embrapa Pantanal e com a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Escolas podem agendar horário Os grupos escolares que queiram visitar a exposição e ensinar as crianças sobre essa espécie, bem como sobre o ambiente natural onde vive, podem agendar visitas guiadas pelo telefone (67) 3231-9100.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

Hoje
Semana Municipal do Brincar inicia nesta segunda em Corumbá
Hoje
Semana do MEI traz palestra com influencer Manu da Peixaria para Corumbá
Assistência Social
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2
Economia
Prazo de renegociação do Desenrola Brasil acaba nesta segunda
Ia para São Paulo
Passageiro é preso no aeroporto de Corumbá com 125 cápsulas de cocaína no estômago
Oportunidade
MS abre semana com 4,1 mil vagas de emprego em diferentes setores
Tempo
Segunda-feira inicia com tempo firme e temperaturas amenas no Estado
Corumbá amanhece com 14ºC, mas temperatura vai aumentar ao longo do dia
Agenda Cultural
Tradicional Arraiá Nhá Naná abre as festança de São João em Corumbá
Economia
A caminho do Brasil, Riedel diz que MS Day colocou Estado no foco das atenções
Seca
Com menor nível da história, navegação no Rio Paraguai pode parar em 1 mês

Mais Lidas

Agenda Cultural
Tradicional Arraiá Nhá Naná abre as festança de São João em Corumbá
Seca
Com menor nível da história, navegação no Rio Paraguai pode parar em 1 mês
Qualificação
Programa MS Qualifica oferece mais de 50 cursos gratuitos no Estado
Economia
A caminho do Brasil, Riedel diz que MS Day colocou Estado no foco das atenções