Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Iunes corta na carne e diz: ‘milagres em administração não existem’

07 junho 2018 - 13h34José Carlos Cataldi e Sylma Lima

Partindo da lógica que não existem milagres na administração pública, o prefeito de Corumbá convocou a imprensa, e, diante de secretários e auxiliares diretos, abriu o jogo sobre a estratégia para enfrentar a crise. ‘Há um déficit orçamentário da ordem de R$ 70 milhões, além do retardo da remessa de alguns repasses’. 

Marcelo Iunes disse que o corte de parte de gratificações e demissão de comissionados é inevitável para não atrasar toda a folha de pagamentos. É como cortar na própria carne, segundo ele. Mas, diante da situação premente, será criada comissão para avaliar caso a caso, em cada secretaria, fundações e autarquias para evitar piores consequências.

“Não pode faltar merenda nem remédio”. Educação, Saúde e Segurança Pública permanecem na linha de prioridades de Iunes, mesmo com a aceleração do declínio da receita. Não é possível remanejar verbas vinculadas que vêm do Estado e ou da União, como explicou.

Marcelo Iunes ressaltou que a crise varre todos os estados e municípios da federação, obrigados a tomar medidas drásticas. Mas, Corumbá, segundo o prefeito, tem um olhar de alento porque já entre julho e agosto serão abertas, pelo menos, 8 frentes de trabalho, com obras que farão o dinheiro circular no comércio, abrindo novas oportunidades de empregos.

Já em meados do próximo mês, segundo destaca Marcelo Iunes, chegarão recursos do ‘Fonplata’ para uma verdadeira revolução urbanística no Bairro Padre Ernesto Sassida, com asfaltamento e drenagem de todas as ruas. Os recursos já estão destinados, faltando apenas formalidades de liberação. Ao todo serão R$ 80 milhões, sendo R$ 20 mi por parte do Estado e R$ 60 milhões do ‘Fonplata’.

Protótipo da cobertura do terminal rodoviário na Antônio Maria. Fotos: Victor Viegas

O Bairro Dom Bosco terá a conclusão do asfalto, assim como o prolongamento da Rua 15 de Novembro, tudo feito com drenagem para que não haja enchentes nem empoeiramento. A obra estava parada desde 2011, mas Iunes diz que voltou de Brasília com o empenho acertado.

O prefeito também anunciou melhorias para o Conjunto Tiradentes e a liberação de R$ 12 milhões pelo governador Reinaldo Azambuja, em apoio à reforma do hospital, pronto-socorro e centro obstétrico.

Outra frente que vai atender a pedido antigo da população é a cobertura do Terminal Rodoviário da Antonio Maria e a construção da Capela Mortuária do Velório municipal que será erguida na pracinha atrás do cemitério, na Rua Cuiabá.

Voltando a lamentar a necessidade de medidas impopulares que, reafirmou inevitáveis, Marcelo Iunes diz que pretende assim driblar a crise no curto prazo, e, para quem critica de forma simplista a aplicação de recursos na tradicional Festa de São João, em momento tão difícil, Iunes explica que os recursos para o festejo que o povo quer e deseja, vem do governo do Estado.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19