Menu
sábado, 24 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

Investimentos da indústria de MS tem melhor resultado este ano

05 fevereiro 2018 - 10h29Fiems

O índice de intenção de investimento do empresário industrial de Mato Grosso do Sul iniciou 2018 marcando 52,1 pontos, conforme a Sondagem Industrial realizada pelo Radar Industrial da Fiems junto a 52 empresas estaduais dos portes pequeno, médio e grande no período de 3 a 16 de janeiro de 2018. Esse resultado é 9,2 pontos maior que a média obtida para o mês de janeiro desde 2015.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, na prática, o índice varia de 0 a 100 pontos, quanto maior o índice, maior é a intenção de investir. Já o índice de expectativa do empresário industrial aponta que a demanda marcou 51,8 pontos, sinalizando expectativa de aumento para os próximos seis meses a partir de janeiro.

No caso do número de empregados, o índice marcou 51,3 pontos, apontando expectativa de crescimento nos próximos seis meses a partir de janeiro, enquanto com relação à exportação o índice marcou 53,1 pontos, demonstrando expectativa de elevação nos próximos seis meses a partir de janeiro.

ICEI

Em janeiro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial de Mato Grosso do Sul (ICEI/MS) alcançou 57,6 pontos, sendo o melhor resultado para o mês dos últimos cinco anos. O índice alcançado em janeiro é 11,6 pontos maior que a média obtida para o mesmo mês considerando os anos de 2014, 2015, 2016 e 2017.

Adicionalmente, todos os componentes do indicador de expectativas permanecem acima da linha divisória dos 50 pontos, sinalizando que para os próximos seis meses devem ocorrer melhoras na economia brasileira, sul-mato-grossense e, principalmente, no desempenho da própria empresa. “Comportamento semelhante também foi verificado em relação as condições atuais, com todos os itens acima dos 50 pontos”, analisou Ezequiel Resende.

Ainda em janeiro, 21,1% dos respondentes consideraram que as condições atuais da economia brasileira pioraram, no caso da economia estadual, a piora foi apontada por 21,2% dos participantes e, com relação à própria empresa, as condições atuais estão piores para 15,4% dos empresários.

Além disso, para 53,8% dos empresários não houve alteração nas condições atuais da economia brasileira, sendo que em relação à economia sul-mato-grossense esse percentual foi de 55,8% e, a respeito da própria empresa, o número também chegou a 55,8%.

Para 19,2% dos empresários, as condições atuais da economia brasileira melhoraram, enquanto em relação à economia estadual esse percentual

chegou a 17,3% e, no caso da própria empresa, o resultado foi de 23,1%. Os que não fizeram qualquer tipo de avaliação das atuais condições da economia brasileira, estadual e do desempenho da própria empresa responderam igualmente por 5,8%.

Expectativas

Em janeiro, 9,6% dos respondentes disseram que estão pessimistas em relação à economia brasileira. Em relação à economia estadual, o resultado também alcançou 9,6% e, quanto ao desempenho da própria empresa, o pessimismo foi apontado por 5,7% dos empresários.

Os que acreditam que a economia brasileira deve permanecer na mesma situação ficou em 48,1%, sendo que em relação à economia do estado esse percentual alcançou 51,9% e, a respeito da própria empresa, o número chegou a 38,5%. Por fim, 36,5% dos empresários se mostraram confiantes e acreditam que o desempenho da economia brasileira vai melhorar.

Já em relação à economia estadual, esse percentual chegou a 34,6% e, no caso da própria empresa, 50% dos respondentes confiam numa melhora do desempenho apresentado. Os que não fizeram qualquer tipo de avaliação das expectativas em relação à economia brasileira, estadual e do desempenho da própria empresa responderam por 5,8%, 3,8% e 5,8%, respectivamente.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Até 9h de amanhã
Corumbá e mais 23 cidades de MS estão sob alerta de chuvas intensas
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Dados IBGE
Em 12 anos, quase 60 mil pessoas trocaram casa por apartamentos em MS
Nota Oficial
APAE de Campo Grande divulga nota de esclarecimento sobre bolsas coletoras
Pesquisa
UFMS apresenta Plano de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira à Sudeco
Cursos
Academia de Música Manoel Florêncio abre inscrições para 127 vagas
Um menor
Operação resgata 20 trabalhadores sob condições de escravidão em fazenda de limão
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Convênio
Pacientes bolivianos em tratamento oncológico em Corumbá terão 75% de desconto na Andorinha
Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá

Mais Lidas

Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Recuperação
Mineração retoma crescimento em MS com R$ 275,9 milhões de taxas de compensação em quatro anos
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias