Menu
domingo, 03 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Intenção de investimentos da indústria de MS tem o melhor fevereiro dos últimos 4 anos

07 março 2018 - 08h59Redação

Pelo segundo mês consecutivo, o índice de intenção de investimento do empresário industrial de Mato Grosso do Sul fica acima dos 50 pontos, indicando um início de ano extremamente positivo para o setor, conforme a Sondagem Industrial realizada pelo Radar Industrial da Fiems. Na prática, intenção de investimentos atingiu o melhor resultado para o mês de fevereiro dos últimos quatro anos, alcançando 52,6 pontos e indicando estabilidade sobre o mês de janeiro, quando o resultado foi de 52,1 pontos.

Porém, esse resultado é 9 pontos maior que a média obtida para o mês de fevereiro nos anos de 2015, 2016 e 2017, lembrando que o índice varia de zero a 100 pontos e, quanto maior o índice, maior é a intenção de investir. De acordo com o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, o índice de expectativa do empresário industrial também foi positivo.

“A demanda marcou 56,1 pontos, sinalizando expectativa de aumento para os próximos seis meses a partir de fevereiro, enquanto em relação à exportação o índice marcou 51,2 pontos, demostrando aumento para o mesmo período. Já em relação ao número de empregados o índice marcou 49,5 pontos, apontando estabilidade”, detalhou Ezequiel Resende.

ICEI

Em fevereiro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial de Mato Grosso do Sul (ICEI/MS) alcançou 58,3 pontos, sendo o melhor resultado para o mês dos últimos cinco anos. O índice alcançado em fevereiro é 11,1 pontos maior que a média obtida para o mesmo mês considerando os anos de 2014, 2015, 2016 e 2017.

Adicionalmente, todos os componentes do indicador de expectativas permanecem acima da linha divisória dos 50 pontos, sinalizando que para os próximos seis meses devem ocorrer melhoras na economia brasileira, sul-mato-grossense e, principalmente, no desempenho da própria empresa.

23,4% dos empresários entrevistados acreditam que as condições da economia brasileira piorou. Foto: Divulgação

Em fevereiro, 23,4% dos respondentes consideraram que as condições atuais da economia brasileira pioraram, no caso da economia estadual, a piora foi apontada por 22,1% dos participantes e, com relação à própria empresa, as condições atuais também estão piores para 22,1% dos empresários.

Além disso, para 46,8% dos empresários não houve alteração nas condições atuais da economia brasileira, sendo que em relação à economia sul-mato-grossense esse percentual foi de 45,5% e, a respeito da própria empresa, o número também chegou a 45,5%.

Por fim, os empresários que disseram que as condições melhoraram para a economia brasileira, sul-mato-grossense e em relação à própria empresa responderam igualmente por 22,1%. Já os que não fizeram qualquer tipo de avaliação responderam respectivamente por 7,8%, 10,4% e 10,4%.

Expectativas

Em relação às expectativas para os próximos seis meses a partir de fevereiro, 48,1% dos empresários se mostraram confiantes e acreditam que o desempenho da economia brasileira vai melhorar. Já em relação à economia estadual, esse percentual também chegou a 48,1% e, no caso da própria empresa, 52% dos respondentes confiam numa melhora do desempenho apresentado.

Os que acreditam que a economia brasileira deve permanecer na mesma situação ficou em 36,4%, sendo que em relação à economia do estado esse percentual alcançou 37,7% e, a respeito da própria empresa, o número chegou a 31,2%. Já para 10,4% dos respondentes a expectativa é pessimista em relação à economia brasileira, enquanto para a economia estadual o resultado alcançou 9,1% e, quanto ao desempenho da própria empresa, o pessimismo também foi apontado por 10,4% dos empresários.

Os que não fizeram qualquer tipo de avaliação das expectativas em relação à economia brasileira, estadual e do desempenho da própria empresa responderam por 5,2%, 5,2% e 6,5%, respectivamente. A Sondagem Industrial foi realizada pelo Radar Industrial da Fiems junto a 77 empresas estaduais dos portes pequeno, médio e grande no período de 1º a 19 de fevereiro de 2018.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados
Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio