Menu
segunda, 24 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Instituições buscam soluções para impedir predação do rebanho por onças-pintadas

21 setembro 2022 - 09h51Assessoria

Nesta semana, o Sindicato Rural de Corumbá recebeu uma palestra do programa Felinos Pantaneiros, do Instituto Homem Pantaneiro - IHP, sobre “Estratégias de proteção do rebanho bovino no Pantanal”.

O médico-veterinário e coordenador do programa, Diego Viana, explica que a intenção foi levar as informações coletadas ao longo dos últimos anos pelo Felinos Pantaneiros e pensar, em conjunto, em possíveis estratégias com os associados para valorizar o produto da pecuária pantaneira.

“Pensamos em possíveis estratégias como os associados para valorizar o produto da pecuária pantaneira e isso envolve o grande, médio e pequeno produtor. Pretendemos estreitar a relação e tentar, junto com eles, fazer esse diagnóstico do tamanho do impacto que a predação por onças-pintadas causa no rebanho bovino”, afirma.

Para o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Gilson Barros, a intenção era justamente reunir os produtores, que já trabalham pela conservação da biodiversidade pantaneira, com os pesquisadores.

“Basicamente, a nossa intenção é juntar as ideias de quem está produzindo e trabalha pela conservação da biodiversidade com quem está pesquisando esta mesma biodiversidade e manter o diálogo aberto entre os dois segmentos”, lembra.


Sobre o Instituto Homem Pantaneiro

Fundado em 2002, o IHP é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que atua na gestão de áreas, conservação e preservação do bioma Pantanal e da cultura local. Sua missão é “Preservar o Pantanal”. Tem sede em Corumbá - Mato Grosso do Sul.

Como programa principal da Instituição, está a gestão do Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar (Rede do Amolar), criado em 2008 e que tem como finalidade propor ações de gestão integrada entre as organizações parceiras para proteção de 276.000 hectares, sendo que 201.000 hectares legalmente protegidos. A iniciativa surgiu a partir da parceria entre IHP, Instituto Acaia Pantanal, Fazenda Santa Tereza, Fundação Ecotrópica e Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense/Instituto Chico Mendes (ICMBio) e Polícia Militar Ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Brigadistas atuam na divisa com a Bolívia para fogo não chegar à Serra do Amolar
Reforço
Mais três aeronaves chegam neste sábado para fortalecer combate à incêndios no Pantanal
Público-alvo
Com doses próximas do vencimento, Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue
18 km de distância
Bombeiros monitoram incêndio na divisa com Mato Grosso
Destaque
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul renova selo de Hospital Amigo da Criança
2ª noite
Concurso de Quadrilhas Juninas é atração deste sábado no Banho de São João
Tradição
Concurso premia 10 andores na primeira noite do Arraial do Banho de São João
Em Aquidauana
Pantanal Tech MS promove painéis empresariais sobre mercado da carne e nutrição animal
Trabalho que emociona
"Bombeiros são anjos", diz idoso resgatado das chamas na região do Bracinho
Tempo
Com previsão de tempo quente e seco, sábado tem sol e variação de nebulosidade em MS
Corumbá deve atingir a máxima de 34°C

Mais Lidas

2ª noite
Concurso de Quadrilhas Juninas é atração deste sábado no Banho de São João
Trabalho que emociona
"Bombeiros são anjos", diz idoso resgatado das chamas na região do Bracinho
Tradição
Concurso premia 10 andores na primeira noite do Arraial do Banho de São João
Reforço
Mais três aeronaves chegam neste sábado para fortalecer combate à incêndios no Pantanal