Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Inspeção frequente da sinalização náutica garante segurança na navegação

27 setembro 2022 - 08h23Redação

A Marinha do Brasil realiza regularmente a inspeção e a manutenção da sinalização náutica visando garantir a segurança da navegação na região. O Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste (CHN-6) é uma organização militar diretamente subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval, sediado em Ladário, e atua sob a supervisão funcional da Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN). Tem a missão de manter a operacionalidade dos auxílios à navegação, divulgar os Avisos-Rádio Náuticos locais, bem como adquirir dados para a atualização da cartografia náutica local. 

Nos meses de agosto e setembro deste ano, a título de exemplo, a Lancha Balizadora de Águas Interiores “Piracema” navegou aproximadamente 1.100 km, de Corumbá à foz do Rio Apa, inspecionado e realizando manutenções em 286 sinais náuticos ao longo do Rio Paraguai. 

O trabalho desempenhado é de suma importância para o incremento da navegação no Rio Paraguai, uma vez que a sinalização náutica tem a finalidade de auxiliar o navegante na decisão de rumo seguro, para que conduza a embarcação em águas seguras. 

O Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste, antigo Serviço de Sinalização Náutica do Oeste (SSN-6), tem buscado aprimorar suas atividades de forma contínua, tanto que está desenvolvendo a capacitação da produção cartográfica de forma autônoma, incorporando modernos sistemas e incrementando a qualidade técnica no atendimento das atividades de Levantamento Hidrográfico, manutenção e estabelecimentos de auxílios à navegação na área de jurisdição do Comando do 6º Distrito Naval. 

Para execução destas atividades, o CHN-6 é dotado de um Navio com lanchas hidrográficas orgânicas, que possuem ecobatímetros de grande precisão para medir a profundidade do rio. As medições são importantes para acompanhar as alterações morfológicas no leito e nas margens dos rios, e até fomentar a expansão do tráfego aquaviário. 

Com um serviço hidrográfico confiável e de reconhecimento internacional, a Marinha do Brasil adota padrões internacionais e busca contribuir para a redução dos acidentes náuticos, para o incremento da salvaguarda da vida humana no mar e da propriedade, bem como a proteção do meio ambiente marinho. 

Cabe ao navegante o conhecimento prévio da área a ser navegada, o qual deve utilizar os documentos náuticos atualizados, além de buscar informações meteorológicas, de regimes de águas, de como utilizar as ferramentas como os ábacos de redução, as publicações disponíveis, e se possível, até mesmo o registro mais atual da navegação de outra embarcação que esteve na mesma área. Os registros das atualizações dos documentos náuticos são de responsabilidade dos próprios navegantes.  

Por fim, a qualidade técnica dos produtos aliada ao conhecimento e ao aprimoramento constante do navegante faz despontar um binômio firme para a segurança da navegação. Interpretações desprovidas do conhecimento técnico necessário, desatentas ou imprudentes, suscita em ações temerárias do navegante, que podem gerar acidentes à navegação. 

 

* Informações da Marinha do Brasil e Câmara Municipal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá