Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Insegurança e crise impediram brasileiros de tomar vacina

04 julho 2018 - 09h47Kamilla Marques

Mesmo após passar por diversas prorrogações, a campanha nacional de vacinação contra a gripe não atingiu a meta colocada pelo Ministério da Saúde de imunizar 90% do público-alvo.

Como consequência, algumas doenças estão propagando em diversas regiões do país. Mas ao julgar a população pelo não comparecimento ou falta de responsabilidade, será que a situação atual não implica nessas consequências? 

Conversamos com a esteticista Jarciaria, que vive na Barra da Tijuca, que nos contou que não tomou as vacinas mas não por irresponsabilidade, mas sim por precaução referente a violência e a necessidade de trabalhar.

"Ouvi em um jornal que era um absurdo estarmos passando por surtos pois a população não foi tomar vacina. Agora eu pergunto, no Rio de Janeiro por exemplo, qual a garantia que sair de casa é seguro? Qual a garantia que se for tomar vacina, não terei que passar o dia inteiro em uma fila e perder um dia de trabalho? Perder um dia de trabalho nessa crise grave que estamos vivendo, não é nada fácil. Tenho princípio de síndrome do pânico, tenho receio de sair de casa, vivo com os vidros fechados, com insulfilm do mais escuro achando que me mantenho segura assim. Até no shopping da Barra eu fecho os vidro com medo pois até lá tem assaltos. Ser mulher em uma cidade tão violenta não é fácil". 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19