Menu
sexta, 26 de fevereiro de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

III Caminhada pela Educação Inclusiva conta com participação maciça dos estudantes de Ladário

14 abril 2016 - 11h36Redação
Cartazes nas mãos, balões, faixas e muita animação deu o tom na terceira edição da Caminhada alusiva ao Dia Nacional da Educação Inclusiva na manhã desta quinta-feira, 14 de abril no centro da cidade de Ladário. A Avenida 14 de Março ficou tomada por estudantes de Escolas Municipais, Estaduais e Particulares do município, e a APAE, que mostraram com entusiasmo a importância da inclusão de todos na sociedade. “Viemos as ruas para podermos mostrar e enfatizar mais ainda a importância de incluir as pessoas em todos os ramos da sociedade. Nós temos além da equipe do Núcleo de Educação Inclusiva que funciona em conjunto com pedagogos, psicólogos, fonoaudióloga e a professora de libras, nós possuímos também os apoios dentro das escolas, então hoje viemos as ruas para dar visibilidade ao trabalho que já desenvolvido dentro da Secretaria de Educação”, enfatizou a integrante do Núcleo de Educação Inclusiva, Ana Paula Da Silva. Atualmente Ladário atende 63 alunos deficientes com laudos em todas as redes de ensino e 183 crianças sendo estudadas, “os serviços especiais de apoio são voltados as pessoas que possuam autismo e com deficiências múltiplas, mas mesmo assim possuímos profissionais que possuem formação para trabalhar com aqueles que estão chegando. A Assistência Social e a Saúde Pública estão nos ajudando a chegar na nossa principal demanda, pois só rede municipal atende quase 3.800 alunos e nós acreditamos que ainda possua pessoas exclusas”, comentou a integrante do Núcleo. Mais de 400 alunos participaram do movimento que tem por objetivo trazer mais informações e visibilidade a Inclusão Escolar. A participação dos pais também foi de grande valia e engrandecimento ao evento, “Se nós pais não participarmos dessa manifestação tão essencial para amplo conhecimento, quem mais irá ajudar na importante divulgação deste tema?”, indagou Eneida Frazão mãe de dois filhos especiais. Gabriel Frazão possui paralisia cerebral e estava presente no evento para demonstrar, segundo ele que todos são iguais, mesmo diante de limitações, “eu tenho muitos amigos que me ajudam e que cuidam de mim. As professoras também são atenciosas e eu me sinto acolhido dentro da escola”, disse o menino de oito anos. “Este ano fizemos uma dinâmica diferente, trouxemos para a caminhada as fanfarras, porque elas não deixam de ser uma inclusão social da educação inclusiva, porque a fanfarra da Escola Municipal Professor João Baptista também atende ex-alunos que nunca deixaram de estar presentes na escola”, comentou Ana Paula. Para Lucas de Oliveira participante da caminhada a atitude demonstra cuidado e carinho com os alunos especiais, “eles são igual a nós e eu e meus amigos fazemos questão de participar, porque podia ser com a gente, então, nós os tratamos com carinho e cuidado necessário para que eles não desistam de estar na escola”. A Lei de Diretrizes e Bases de 1994 ampara que o pai tenha a preferência de colocar seu filho onde quiser. E o Plano Nacional de Educação de 2015 destaca que a criança com qualquer necessidade visível pode estar tanto na rede regular ou em algum atendimento dentro da APAE e nas pestalozzis. De acordo com Ana Paula o município atualmente atende crianças com Síndrome de Down, Autismo e Deficiências Intelectuais. Algumas crianças mediante a vulnerabilidade social apresentam muitos transtornos e esse é principal desafio.   Cronograma Para finalizar as atividades em comemoração ao Dia Nacional da Educação Inclusiva, a Secretaria de Educação promoverá nesta sexta-feira, 15 de abril, no Lions Clube de Ladário das 8h00 às 11h00, o terceiro seminário voltado ao tema. Este ano o assunto abordado será A Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.   Dia Nacional da Educação Inclusiva O Dia Nacional de Luta pela Educação Inclusiva foi instituído no dia 14 de abril, de 2004, pelo Sistema dos Conselhos de Psicologia, com a finalidade de mobilizar os psicólogos para a política que vem sendo construída nos últimos anos em prol da inclusão de pessoas que, historicamente, são excluídas do processo educacional. Em Ladário o Núcleo de Educação Inclusiva foi criado em 2009, durante a primeira gestão do prefeito José Antonio Assad e Faria. Desde 2014 o Dia Nacional de Educação Inclusiva é lembrado no município por meio de caminhada, palestras e atividades recreativas lúdicas.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Arrecadação de impostos em janeiro somou R$ 180,221 bilhões
SAÚDE
Processo seletivo que seleciona médicos plantonistas tem inscrições abertas
BOLETIM COVID
MS passa a registrar 3.270 óbitos por coronavírus
GERAL
Thronicke considera uma vitória aprovação de projeto que facilita compra de vacinas anti-Covid
GERAL
Na final do Brasileirão, GFI interdita Avenida General Rondon
ESPORTE
Flamengo visita São Paulo em busca de título do Brasileiro
GERAL
Homem é alvejado por disparos de arma de fogo na Codrasa
CAPACITAÇÃO
Cassems realiza curso para implantação de UTI em Corumbá
POLICIAL
Policia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na Capital
GERAL
Vereador pede a criação de novas sedes do Conselho Tutelar de Corumbá

Mais Lidas

GERAL
Na final do Brasileirão, GFI interdita Avenida General Rondon
GERAL
Homem é alvejado por disparos de arma de fogo na Codrasa
CAPACITAÇÃO
Cassems realiza curso para implantação de UTI em Corumbá
POLICIAL
Passageira de ônibus é presa com mais de 80 mil reais em Corumbá