Menu
sábado, 02 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

IFMS é heptacampeão estadual em Olimpíada de Robótica

29 agosto 2018 - 07h45Kamilla Marques

Meses de treinamento, reuniões para definição de estratégias, rostos pintados para a "guerra". É hora da batalha entre os robôs. A etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), realizada em Campo Grande nos dias 23 e 24 de agosto, foi o cenário das disputas que envolvem conhecimento e dedicação. A competição reuniu cerca de 300 estudantes, de 71 escolas públicas e privadas de Mato Grosso do Sul.

Com 22 equipes e 79 estudantes concorrendo no nível 2 (categoria para o ensino médio), o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) esteve presente com a maior delegação no evento. Pela sétima vez consecutiva, a instituição conquistou a primeira colocação da competição. 

A vitória foi da equipe do Campus Naviraí, a "Kamikaze", formada pelos estudantes do curso técnico integrado em Informática para Internet Caio Wakatsuki, João Miranda, Pedro Custódio e Sergio Tanaka, sob orientação dos professores Danilo Mikucki e Maximilian Melo.

“Apesar de termos trabalhado duro, não nos considerávamos favoritos, então a vitória foi uma surpresa. O mérito é todo dos estudantes, que evoluíram bastante. A OBR contribui no aprendizado não só da robótica, mas também de programação, automação e trabalho em equipe", ressaltou Mikucki, docente da área de Redes de Computadores.

Foi a primeira vez que o prêmio máximo foi conquistado pelo Campus Naviraí. A "Kamikase" tinha conquistado a terceira colocação no ano passado, quando o Campus Ponta Porã venceu pela sexta vez consecutiva a etapa estadual. 

Mais prêmios - Equipes de outros campi do IFMS também se destacaram na OBR 2018. A "Nova Was", do Campus Nova Andradina, conquistou o terceiro lugar como melhor equipe da categoria nível médio.

“Na competição, os estudantes conseguem compreender a importância da teoria na prática. A teoria precisa estar bem fixada, senão a parte prática da competição não cumprirá seu intento. Isso aumenta a habilidade deles para a lógica de programação e a facilidade do entendimento de conceitos básicos por meio da visualização do emprego na robótica, além de melhorar o desempenho escolar deles", apontou o professor orientador da equipe, Fábio Oliveira.

A equipe "The West Lizards", de Coxim, foi vencedora do prêmio Inovação. O prêmio Robustez foi conquistado pelo time "Poison", de Dourados. Além disso, a atuação da equipe "Cetro" fez com que o Campus Ponta Porã fosse premiado como melhor escola pública da competição.

Participação - Além de Coxim, Dourados, Naviraí, Nova Andradina e Ponta Porã, também levaram equipes para competição os campi Aquidauana, Campo Grande, Corumbá e Jardim.

Por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Propi), parte dos participantes do IFMS recebeu auxílio financeiro para despesas com transporte, alimentação e estadia. 

Durante a competição, os participantes do IFMS mostraram dedicação e expectativas quanto aos resultados.

Estudantes do Campus Aquidauana pintaram os rostos com as cores do Instituto Federal para colocar os robôs na pista. Apesar disso, Geovana Silva, 15, do curso técnico em Informática, se decepcionou com seu robô. “Fiquei triste porque ele não fez quase nada na pista. Estava quase chorando, mas não podia fazer nada”, lamentou.

Depois de programados e colocados na pista, os robôs não podem ser tocados. A vitória dos criadores fica, literalmente, nas mãos das criações.

No entanto, segundo Márcia Ferreira, uma das professoras orientadoras, o mais importante da olimpíada é o aprendizado. “O que vale é o trabalho em grupo, o desenvolvimento pessoal e de liderança, além do amadurecimento emocional”, explicou a docente.

A equipe de Dourados invocou a “força” da união para participar da competição e convocou os Gedais (com “G” mesmo). Mas esses personagens não têm nada a ver com os heróis de Star Wars. Neste caso, o nome é um acrônimo do Grupo de Pesquisa para Desenvolvimento de Aplicações Interativas (Gedai), formado pelos estudantes que estudam robótica.

O professor Jonison dos Santos, que acompanha a equipe na Capital, contou que o grupo montou um sistema de apoio. A troca de experiências entre os Gedis mais velhos e os mais novos é uma das estratégias de fortalecimento.

“Essa é nossa segunda participação na OBR. O que muitos participantes aprenderam na outra edição está sendo repassado aos que participam nesta edição. Como há a rotatividade dos estudantes, isso ajuda a manter um ciclo de aprendizado. Também fizemos minicursos e oficinas”, acrescentou Santos.

OBR – É uma olimpíada científica apoiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), destinada a alunos de escolas públicas ou privadas do ensino fundamental, médio ou técnico em todo o Brasil.

O objetivo do evento é estimular os jovens a seguir carreiras científico-tecnológicas, identificar talentos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro.

Os robôs, montados e programados pelos estudantes, precisam seguir uma trilha com obstáculos e desafios, entrar em salas e simular resgates de pessoas. Os alunos têm que aprender a trabalhar com componentes como sensores de luz, de toque e de distância. A pontuação é medida de acordo com o tempo levado para concluir o percurso de pista e o número de erros cometidos.

A etapa nacional da OBR 2018 será realizada de 6 a 9 de novembro, em João Pessoa (PB). A Propi apoiará a ida da equipe campeã da etapa estadual, a "Kamikaze". 

"A equipe está muito motivada e já começou a se preparar para a etapa nacional. A OBR contribui no aprendizado não só da robótica, mas também de programação, automação e trabalho em equipe. Os estudantes participantes evoluem também como pessoas. Já pensam em fazer graduação em áreas como engenharia e automação”, finalizou Mikucki.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Imunização
Corumbá terá três postos de multivacinação neste sábado, 02 de março
Ranking
MS é destaque nacional na gestão de recursos federais e execução de projetos e convênios
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Campanha
Ladário expande vacinação contra dengue nas escolas da rede municipal
Evento
Corumbá sedia 3ª edição da Copa dos Campeões da Assomasul neste final de semana
Mudanças
Supremo derruba a regra sobre distribuição de sobras eleitorais em eleições proporcionais
Em processo
Reunião com novos diretores aborda habilitação de unidade de saúde exclusiva para presídios
Turismo ecológico
Encontro aborda aspectos da educação ambiental no turismo do Pantanal
Direito à saúde
DPU assegura que imigrantes sejam incluídos na fila de transplantes

Mais Lidas

10 vagas em MS
Inscrições estão abertas para concurso da Caixa com três vagas em Corumbá
Confirmado
Dupla sertaneja Henrique e Diego é a principal atração cultural do FIPEC 2024
Bombeiros
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nesta manhã em Corumbá
27 vagas
Inscrições para concurso de professores da UFMS seguem abertas até 7 de março