Menu
domingo, 26 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

IFMS Corumbá registra sua primeira patente de software

21 março 2016 - 14h48Redação
Uma base de dados do sistema de produção agropecuária compartilhada por pesquisadores de todo o país. A ferramenta tecnológica é o primeiro software desenvolvido pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) a ter a patente registrada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A Base Tuiuiu foi criada por estudantes e professores do curso superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Campus Corumbá do IFMS, a pedido da Embrapa Pantanal (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). O endereço para acesso ao software é http://tuiuiu.cpap.embrapa.br/index.xhtml. A ferramenta foi desenvolvida para atender ao Projeto Repensa (Redes Nacionais de Pesquisa em Agrobiodiversidade e Sustentabilidade Agropecuária), da Embrapa. A tecnologia permite o compartilhamento de dados entre os pesquisadores da Empresa e de seus parceiros em projetos de inovação na agropecuária. São informações sobre água, solo, ar, plantas, animais, microbiologias, entre outras. “Depois de coletar amostras no campo e de levá-las para o laboratório, o pesquisador poderá inserir os dados na base. Isso também poderá ser feito por meio de sensores automáticos. Com a ajuda de um celular com acesso à internet, será possível enviar as informações para o computador e, em seguida, para o servidor”, esclareceu Ivan Bergier, pesquisador da Embrapa Pantanal e administrador da Base Tuiuiu. O pesquisador explicou que pequenos ajustes estão sendo feitos para que a Base Tuiuiú comece a ser utilizada. A previsão é que os dados sejam compartilhados por mais de dois mil pesquisadores da Embrapa de todo o país, além dos parceiros. Software: O pedido de registro foi aceito pelo INPI no dia 8 de março. Um marco no campo da pesquisa e da inovação tecnológica do IFMS, uma das áreas de atuação da instituição. “Este processo passa a ser referência para o desenvolvimento de outros projetos em cooperação com instituições. Em 2016, o IFMS deve avançar na regulamentação interna de ações que dizem respeito à proteção do conhecimento e propriedade intelectual”, afirmou o reitor Luiz Simão Staszczak. Na última sexta-feira, 18, o reitor esteve em Corumbá e se encontrou com a chefe-geral da Embrapa Pantanal, Emiko de Resende. Staszczak agradeceu a parceria e falou sobre outros projetos em desenvolvimento no IFMS. Base Tuiuiu – A pesquisa foi desenvolvida nos últimos dois anos pela estudante Danielle da Silva; Gabriel de Oliveira, egresso do IFMS e já atuando em uma multinacional da área de telecomunicações; e pelos professores Cláudia Fernandes e Roosevelt Silva, do Campus Corumbá, e Leandro de Jesus, do Campus Aquidauana. Os recursos materiais para o desenvolvimento da pesquisa e as bolsas dos estudantes, via CNPq, foram custeados pela Embrapa. “Os pesquisadores do IFMS conseguiram desenvolver uma série de subprojetos, inclusive com publicações de artigos e resumos em congressos e feiras científicas. O conhecimento adquirido por meio da parceria com a Embrapa ampliou as possibilidades de se iniciar outros estudos, a partir do Projeto Repensa e da Base Tuiuiú”, comentou Cláudia Fernandes. Os resultados da pesquisa revelam ainda que o projeto pedagógico do curso superior de tecnologia oferecido pelo IFMS em Corumbá está alinhado com as necessidades atuais. “Como foi um sistema desenvolvido do zero, nossos estudantes utilizaram o conteúdo adquirido no curso superior. Isso demonstra que o IFMS trabalha com as tecnologias mais atuais que existem na área de computação”, afirma o professor Roosevelt da Silva.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Relatório da ONU sobre o clima responsabiliza a humanidade por aumento de fenômenos extremos
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix
Variedades
Cassinos Online: Sorte e estratégia na era digital
Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Meio Ambiente
Juiz mantém proibido o desmate no Parque dos Poderes
Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul
Em Maracaju
Estudantes do IFMS levam tecnologia a maior evento agro do Estado
Destaque
Dia da Indústria: Longen destaca força do setor industrial de Mato Grosso do Sul
Extrema magreza
Polícia resgata cães em situação de maus-tratos no Popular Nova

Mais Lidas

Tráfico de Drogas
Boliviana é presa com 12,7 kg de cocaína em botijão de gás transportado dentro de mala
Soldado Cidadão
Projeto da Marinha vai oferecer formação de condutores para recrutas em Ladário
Interdição
Ponte sobre o rio Paraguai fecha às 17 horas deste sábado; interdição deve durar 19 horas
Investigação
Polícia Civil prende homem acusado por furto de joias e celulares na cidade