Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Homem vai para o hospital com golpes de facão no pescoço e intensa hemorragia

22 setembro 2018 - 09h40Sylma Lima

As 08:35 h desta manhã de sábado,22, a viatura resgate dos bombeiros se deslocou ate a rua 7 Setembro, esquina com Monte Castelo ,onde havia um homem todo ensaguentado e com ferimento de arma branca no pescoço.

No local ele foi socorrido pela guarnição em estado grave.  C.H.S.O ,29 anos, apresentava um corte de 7cm na cabeça e um corte com certa profundidade no pescoço na regiao cervical, com hemorragia intensa.

Ele ainda estava  consciente e relatou que foi atingido por um facão e que bebia com seu agressor próximo o beco da sete quando desentenderam ocorrendo as agressões. O mesmo correu do agressor vindo pedir ajuda em um açougue onde foi socorrido. Devido a gravidade do ferimento e hemorragia  foi direto pro centro Cirúrgico.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida