Menu
quarta, 22 de maio de 2024
Câmara de Corumbá - Maio Laranja 2024
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Gripe matou mais 10 pessoas em uma semana e em MS já são 52 mortes

16 junho 2016 - 09h22Campo Grande News
Boletim epidemiológico da gripe divulgado nesta quarta-feira (15) pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) aponta que na última semana mais 10 pessoas morreram em decorrência do vírus H1N1 em Mato Grosso do Sul, aumento de 31% em relação à semana passada. Balanço passado apontava 42 óbitos, enquanto nesta semana o número é de 52 mortes. Só em Campo Grande, por exemplo, o número de óbitos aumentou em 27%, já que na semana passada eram 11 mortes e nesta semana 14. De janeiro até agora foram confirmados 271 casos de gripe A, sendo 87 em Campo Grande. Para outros tipos de influenza, o boletim epidemiológico aponta 9 casos. Na semana passada, por exemplo, o número de casos confirmados era de 210 e nesta semana já subiu para 271, aumento de 29%. Conforme a SES, das 1.716 amostras de influenza coletadas até hoje pelo Lacen (Laboratório Central) de MS, 668 deram positivo. Por conta disso, 633 pessoas tiveram que ficar em isolamento em decorrência de exposição ao vírus. Em Campo Grande, foram 111 pacientes, já em Naviraí 64. Das 52 mortes por H1N1 registradas no Estado, 14 foram em Campo Grande e 7 em Naviraí. Até o momento, também na Capital, a SES registrou uma morte por influenza B e uma por influenza A não subtipado. Em todo o Estado já foram registrados 926 casos constatados/internados pela gripe, sendo 271 confirmados para a gripe A. Dos 294 casos notificados em Campo Grande, 87 foram confirmados por influenza A (H1N1). Para diminuir a circulação dos vírus da gripe é recomendada a higienização das mãos, utilização de lenço descartável para higiene nasal, cobertura do nariz e boca quando espirrar ou tossir, higienização das mãos após tossir ou espirrar, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, evitar aperto de mãos, abraços e beijo social, reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tráfico de Drogas
Mochila abandonada em ônibus é apreendida com 8,7 kg de Skunk
Plantão
Bombeiros registram quatro incêndios em terrenos baldios de Corumbá
Publicado
Concurso 2024: Prefeitura divulga resultado do TAF para cargo de Guarda Civil Municipal
Tempo
Quarta-feira tem previsão de tempo firme, com sol e variação de nebulosidade em MS
Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Destaque
Músico sul-mato-grossense é selecionado para intercâmbio na Orquestra Sinfônica Brasileira
Em pauta
Piso salarial e jornada de trabalho dos profissionais da enfermagem são discutidos na Câmara
Desdobramentos
Presidente da Federação é preso após quase 28 anos no comando do futebol em MS
Educação
Apresentações culturais e palestra marcam abertura da Semana do Brincar em Corumbá
Desdobramentos
Sobe para 161 número de mortes por chuvas no Rio Grande do Sul

Mais Lidas

Manifestação
Setor de transporte protesta por falta de combustível e ameaça fechar a fronteira
Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Na Câmara
Projeto de Lei Municipal torna laudos de TEA permanentes
Assistência Social
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2