Menu
sexta, 15 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
governo presente janeiro/21
Geral

Governo debate monitoramento de carbono na agropecuária e lança Carne Sustentável do Pantanal

27 fevereiro 2018 - 09h28Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O incentivo à adoção de práticas sustentáveis que promovam a redução das emissões de carbono na produção industrial e agropecuária de Mato Grosso do Sul é um dos eixos estruturantes da política de desenvolvimento econômico implantada pela administração estadual do governador Reinaldo Azambuja, em consonância com as diretrizes e metas nacionais firmadas na COP 21.

Para tratar do assunto, nesta terça-feira, a Embrapa Gado de Corte realiza o fórum “Oportunidades de precificação de carbono no setor agropecuário”. O evento conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e será realizado às 8h, no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul). A organização também conta com a participação da WRI Brasil.

Durante o fórum, será debatida a utilização de ferramentas de precificação de emissões de carbono no setor agropecuário. Essa é uma discussão que ocorre em âmbito nacional, sob supervisão do Ministério da Fazenda e integra o projeto PMR Brasil (sigla para Partnership for Market Readiness, Parceria para a Preparação do Mercado), com foco na futura regulação do setor no País. O evento irá contar com a presença de autoridades governamentais, pesquisadores e representantes do setor empresarial.

Além do debate sobre as emissões de carbono, o fórum também será palco para o lançamento das medidas do Governo do Estado para o apoio à produção de Carne Sustentável no Pantanal.

O objetivo do Governo do Estado é fomentar a competitividade e incentivar a pecuária bovina de baixo impacto ambiental no Pantanal, estimulando a produção baseada no modelo tradicional, com baixo nível de intervenção nos recursos naturais existentes naquela região, e utilizando-se de escopos tecnológicos, para linhas de produtos característicos e diferenciados, com maior agregação de valor e devidamente certificados, por empresas certificadoras independentes de terceira parte, acreditadas pelo Inmetro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPTURA DE ANIMAL
PMA captura tamanduá-bandeira no centro da cidade, o terceiro em 15 dias
EDUCAÇÃO
Termina hoje inscrição para primeira seleção de 2021 do ProUni
COVID-19
MS chega à metade de janeiro com 272 mortes por Covid-19
CAMPANHA SAÚDE MENTAL
Janeiro Branco: Profissionais falam da importância de cuidar da saúde mental
POLICIAL
PRF e PM apreendem 581 Kg de maconha em MS
Utilidade
O melhor formato de vídeo para o seu Mac
EDUCAÇÃO
Veja cinco dicas para se preparar para o Enem 2020
EDUCAÇÃO
IEL está com inscrições abertas para o curso de planejamento estratégico
SAÚDE
Centro e Borrowiski recebem ação de combate à dengue nesta sexta e sábado
ECONOMIA
Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Mais Lidas

CHUVA FORTE
Tempestade atinge 220 famílias em Corumbá
COVID-19
Criança de 8 morre por coronavírus em MS, somando 2.625 mortes pela doença
POLICIAL
Policiais prendem homens por lesão corporal dolosa e ameaça no Loteamento Pantanal
RECLAMAÇÃO DO CONSUMIDOR
Consumidor paga conta e tem água cortada