Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Governo autoriza uso de nome social para travestis e transexuais nas escolas

18 abril 2018 - 08h58Campo Grande News

A secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul, por meio de uma resolução divulgada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (dia 18), determinou às escolas estaduais o registro do nome social de travestis e transexuais nos documentos escolares.

De acordo com o texto, o documento leva em consideração o "respeito à cidadania, aos direitos humanos, à diversidade, ao pluralismo e à dignidade humana".

O nome social a que se refere a secretaria é a designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida. Também a identidade de gênero, com a dimensão da identidade de uma pessoa em relação à forma como se relaciona com as representações de masculinidade e feminilidade.

Ainda segundo a resolução, o estudante deve manifestar, por escrito, seu interesse pelo registro de nome social no ato da matrícula ou durante o ano letivo. No caso de alunos com menos de 18 anos, os pais ou responsáveis terão de informar a situação.

Em todos os casos, incluindo documentos oficiais, histórico escolar, certificados, diplomas, entre outros, o nome exposto deve ser o social acompanhando do nome civil.

Apesar de ser situação clara, a resolução também proíbe o uso de expressões perojarativas e discriminatórias para se referir às pessoas travestis ou transexuais.

Em 17 de janeiro, o MEC (Ministério da Educação) homologou uma resolução com este mesmo teor e o objetivo de propagar o respeito, minimizar estatísticas de violência e abandono da escola em função de bullying, assédio, constrangimentos, entre outros. As informações foram divulgadas na Agência Brasil naquele dia.

"Quando a gente fala de respeito à diversidade, é respeito a qualquer diversidade. Aluno com alguma deficiência, questão de sexualidade, branco, índio, todos", afirma a secretária de Educação de MS, Maria Cecília Amendola da Motta, ressaltando que trata-se de uma legislação nacional que deve ser cumprida por todos. Assinada pela titular, a resolução começa a valer hoje. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
Eldorado Brasil oferece mais de 800 vagas para início imediato
Em Mato Grosso do Sul, são ofertadas novas posições para atuar nas unidades de Água Clara, Inocência e Selvíria
Coronavírus
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
CONCURSO DA PF
Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas
POLICIAL
Com facada no coração, rapaz é deixado em frente padaria em cidade MS
SERVIÇOS
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
PROCESSO SELETIVO
Sebrae abre processos seletivos com vagas na Capital e interior
São dois editais, sendo um para Pessoas com Deficiência. Salários chegam a R$ 4.802,92
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Povo das Águas atende ribeirinhos da parte alta do rio Paraguai a partir do dia 19
TURISMO
Turismo de MS espera vacinação e já planeja duas campanhas para fomentar o setor
SAÚDE
Decreto reabre crédito de R$ 1,6 bi para aquisição de vacinas
CONCURSO PÚBLICO
Edição extra do Diário Oficial traz editais do processo seletivo para contratação de médico

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Bairro Cristo Redentor
POLICIAL
Jovem com mandado de prisão em aberto é preso no Loteamento Pantanal
CAMPANHA SAÚDE MENTAL
Janeiro Branco: Profissionais falam da importância de cuidar da saúde mental
GERAL
Energisa inicia Projeto de Eficiência Energética na Base Fluvial em Ladário