Menu
terça, 05 de março de 2024
Fipec 2024
Fipec 2024
Geral

Governo autoriza uso de nome social para travestis e transexuais nas escolas

18 abril 2018 - 08h58Campo Grande News

A secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul, por meio de uma resolução divulgada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (dia 18), determinou às escolas estaduais o registro do nome social de travestis e transexuais nos documentos escolares.

De acordo com o texto, o documento leva em consideração o "respeito à cidadania, aos direitos humanos, à diversidade, ao pluralismo e à dignidade humana".

O nome social a que se refere a secretaria é a designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida. Também a identidade de gênero, com a dimensão da identidade de uma pessoa em relação à forma como se relaciona com as representações de masculinidade e feminilidade.

Ainda segundo a resolução, o estudante deve manifestar, por escrito, seu interesse pelo registro de nome social no ato da matrícula ou durante o ano letivo. No caso de alunos com menos de 18 anos, os pais ou responsáveis terão de informar a situação.

Em todos os casos, incluindo documentos oficiais, histórico escolar, certificados, diplomas, entre outros, o nome exposto deve ser o social acompanhando do nome civil.

Apesar de ser situação clara, a resolução também proíbe o uso de expressões perojarativas e discriminatórias para se referir às pessoas travestis ou transexuais.

Em 17 de janeiro, o MEC (Ministério da Educação) homologou uma resolução com este mesmo teor e o objetivo de propagar o respeito, minimizar estatísticas de violência e abandono da escola em função de bullying, assédio, constrangimentos, entre outros. As informações foram divulgadas na Agência Brasil naquele dia.

"Quando a gente fala de respeito à diversidade, é respeito a qualquer diversidade. Aluno com alguma deficiência, questão de sexualidade, branco, índio, todos", afirma a secretária de Educação de MS, Maria Cecília Amendola da Motta, ressaltando que trata-se de uma legislação nacional que deve ser cumprida por todos. Assinada pela titular, a resolução começa a valer hoje. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Oportunidades
Qualifica Ladário divulga lista com os inscritos para as turmas 2024
Mês da mulher
UBS João Fernandes inicia mês de Março com atendimento semanal até às 22h em Ladário
Eventos
Roda de Conversa no CCI abre programação do mês da mulher em Corumbá
Variedades
Melhor Soundbar Samsung
Saúde
Primeira Conferência Livre para discutir Atenção Primária acontece quarta-feira, dia 06
Evento
FIPEC 2024 acontece de 15 a 17 de março no Porto Geral; inscrições seguem abertas
3ª edição
Campo Grande vence a Copa dos Campeões da Assomasul
Finasa
Câmara autoriza Prefeitura contratar linha de crédito para infraestrutura
Tráfico de Drogas
PM prende dois por venda e porte de droga no Centro América
Em Corumbá
Homem é preso acusado de abusar da sobrinha de 12 anos

Mais Lidas

Em Corumbá
Homem é preso acusado de abusar da sobrinha de 12 anos
Na BR 262
Boliviano é preso com 2kg de maconha em fundo falso de mala
Até dia 11
Processo Seletivo da UEMS tem 51 cursos de graduação com inscrições abertas
Ecoturismo
Baixa temporada em pleno verão em Bonito e Serra da Bodoquena tem tarifário reduzido