Menu
sexta, 01 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Gás fica R$ 4 mais barato, mas MS tem o 4º botijão mais caro do Brasil

26 junho 2018 - 10h52Campo Grande News

O acordo entre revendedores e o Procon para evitar sobrepreço do gás de cozinha surtiu efeito e o produto ficou 5,48% mais barato entre as duas últimas semanas em Mato Grosso do Sul. Contudo, segundo pesquisa da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível), o desconto não foi capaz de tirar o estado do ranking dos botijões mais caros do país.

Nesse estudo, funcionários do órgão visitaram 97 empresas espalhadas em Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas anotando os preços entre os dias 17 e 23 de junho.

O botijão mais caro encontrado no estado custava R$ 90, o quarto valor mais alto no Brasil empatado com Maranhão, Minas Gerais e São Paulo. Mato Grosso e Pará lideram a lista com o produto chegando aos R$ 110 seguidos pelo Tocantins (R$ 95) e Rondônia (R$ 91).

Mato Grosso Sul também não fica atrás no ranking dos preços médios. Entre os dias 10 e 16 de junho o produto chegou a R$ 77,91 e bateu o recorde do ano. Na pesquisa mais recente despencou para R$ 73,64 e ficou em oitavo lugar, atrás de Rondônia ( R$ 76,68), Sergipe (R$ 77,21), Acre (R$ 77,92), Roraima (R$ 80), Tocantins (R$ 84,94) e Mato Grosso (R$ 95,67).

O botijão mais barato no estado foi encontrado em Três Lagoas por R$ 60. Este foi o quinto menor preço do país junto com Ceará, Pará, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

Rio de Janeiro tem o produto mais em conta com R$ 49,90. Na sequência aparecem São Paulo e Bahia (R$ 50) e Espírito Santo (R$ 53).

Já Campo Grande apresentou o preço médio do gás em R$ 76,98. O valor é o sétimo maior entre as capitais brasileiras, atrás de Rio Branco (R$ 77,57), Boa Vista (R$ 80), Aracaju (R$ 80,25), Palmas (R$ 84,4) e Cuiabá (R$ 93,26).

O produto mais em conta na cidade foi achado em uma revenda no bairro Cidade Jardim por R$ 70. Já o mais caro custava R$ 79 e estava sendo vendido no Jardim Bosque de Avilan.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Imunização
Corumbá terá três postos de multivacinação neste sábado, 02 de março
Ranking
MS é destaque nacional na gestão de recursos federais e execução de projetos e convênios
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Campanha
Ladário expande vacinação contra dengue nas escolas da rede municipal
Evento
Corumbá sedia 3ª edição da Copa dos Campeões da Assomasul neste final de semana
Mudanças
Supremo derruba a regra sobre distribuição de sobras eleitorais em eleições proporcionais
Em processo
Reunião com novos diretores aborda habilitação de unidade de saúde exclusiva para presídios
Turismo ecológico
Encontro aborda aspectos da educação ambiental no turismo do Pantanal
Direito à saúde
DPU assegura que imigrantes sejam incluídos na fila de transplantes

Mais Lidas

10 vagas em MS
Inscrições estão abertas para concurso da Caixa com três vagas em Corumbá
Confirmado
Dupla sertaneja Henrique e Diego é a principal atração cultural do FIPEC 2024
Bombeiros
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nesta manhã em Corumbá
27 vagas
Inscrições para concurso de professores da UFMS seguem abertas até 7 de março