Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Governo adia viagem a Corumbá para discutir sobre gas boliviano em Brasília

20 fevereiro 2017 - 08h11Prefeitura de Coumbá

O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, será recebido em Brasília na terça-feira, 21 de fevereiro, pelo presidente da República Michel Temer para discutir e tentar reverter a queda na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o gás natural importado da Bolívia pela Petrobras. Devido ao encontro, Reinaldo não virá mais a Corumbá nesta data para o lançamento oficial dos investimentos do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (FONPLATA).

O evento estava previsto exatamente para o dia 21 e contaria com a presença do governador e das autoridades do FONPLATA, entre as quais o presidente executivo Juan Notaro Fraga, mas precisou ser adiado devido à agenda em Brasília, que é do absoluto interesse do Município de Corumbá. De acordo com o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, uma nova data será acertada entre o Município, o Estado e o Fundo, provavelmente na primeira quinzena de março. Na ocasião, o governador também deverá formalizar repasses de recursos para as áreas de infraestrutura e saúde.

Ainda conforme Ruiter, a agenda do governador com o presidente Michel Temer visa evitar que o Estado continue perdendo cerca de R$ 700 milhões por ano em arrecadação de ICMS, dos quais 25% são divididos entre os municípios. “Se nada for feito, Corumbá enfrentará dificuldades financeiras em breve, pois essa redução impacta na aferição do índice de participação do município na cota-parte do ICMS”, lembrou. Devem participar da reunião os ministros Henrique Meirelles (Fazenda), Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) e o presidente da Petrobras, Pedro Parente, além da bancada federal do Estado.

?? FONPLATA

O contrato assinado com o FONPLATA no dia 27 de janeiro deste ano representa o financiamento de US$ 40 milhões e o aporte de outros US$ 40 milhões em obras de infraestrutura em Corumbá. Com participação dos governos municipal, estadual e federal, os recursos financiarão o Programa de Desenvolvimento Integrado de Corumbá, o maior projeto de intervenções urbanas da história da cidade, que deverá beneficiar 60 mil pessoas diretamente. São ações de revitalização de espaços públicos, mobilidade urbana e fortalecimento institucional, entre outras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÂNSITO
Jovem de 19 anos morre após subir em capô de carro e namorado bater em poste na Capital
GERAL
Começa a valer hoje nova política de privacidade do Whatsapp
GERAL
Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
GERAL
Cuidados com a pele devem ser redobrados como inverno
ESPORTE
Final do Cariocão 2021 começa neste sábado com o clássico Fla x Flu
SAÚDE
Saúde reforça a importância dos cuidados de biossegurança
GERAL
Sorteio da Mega-Sena deste sábado tem prêmio estimado em R$ 33 milhões
GERAL
Pesquisadores alertam para riscos de crianças expostas a telas
CORONAVÍRUS
Alerta Covid: Casos confirmados e internações continuam crescendo
CULTURA
Semana Nacional de Museus terá lançamento de livros sobre Patrimônio de Corumbá

Mais Lidas

POLICIAL
Polícia Federal apreende 280 Kg cocaína na parte alta de Corumbá
VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros socorrem vítimas de colisão de carros no Centro
OPORTUNIDADE
IEL tem 91 vagas de estágio para Campo Grande, Camapuã e Corumbá