Menu
quinta, 13 de junho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Fronteira é reaberta, mas clima de tensão continua na Bolívia

26 julho 2022 - 09h02Gesiane Sousa

A fronteira entre a Bolívia e o Brasil, por Corumbá, foi reaberta na noite desta segunda-feira (25). Veículos já podem atravessar a linha de fronteira entre os dois países, mas isso não significa que os manifestantes tenham aceitado a decisão do governo de manter o adiamento do Censo Populacional. Apesar do governo ter mantido sua posição, a greve foi considerada bem sucedida devido o alcance atingido e o apoio da população, que permaneceu em casa. Houveram protestos em diversos pontos da capital e em pelo menos 15 dos 54 mumnicípios do departamento de Santa Cruz.  

Representantes do movimento alertam para que a população da Bolívia contiue em situação de emergência, porque a Comissão Interinstitucional, promotora do Recenseamento da População e Habitação, vai reunir-se na quinta-feira (28) para outras medidas, caso o Executivo não se resuma, de uma vez por todas, definindo uma uma data para o censo em 2023, o protesto departamental será reavaliado.  

As instituições de Santa Cruz aguardarão os resultados da reunião realizada pelo presidente Luis Arce com os prefeitos das nove capitais departamentais, além de El Alto. O prefeito de Santa Cruz, Jhonny Fernández, antecipou no domingo (24) que nessa nomeação iria solicitar a antecipação do registro, para que com esses resultados se estabeleça um novo pacto fiscal e, assim, uma nova realocação de recursos para o regiões. Ontem (25) esteve afastado do Comité Interinstitucional, mas depois apareceu para explicar a sua posição sobre a greve. 

Manifestantes afirmam que se o governo não aceitar negociar o Paro Cívico continuará.Manifestantes contrários ao adiamento do Censo Populacional aguardam reunião de quinta (28) para definir novos passos na greve. Foto: Capital do Pantanal

Entenda

O presidente Luis Arce colocou em vigor o Decreto 4760 com o qual estabelece a realização do censo por um dia entre maio e junho de 2024. A decisão foi tomada após reunião do Conselho Nacional de Autonomias (CNA) que pediu o adiamento do censo. "É muito perigoso realizar o Censo em 2024 porque será um ano eleitoral. Vamos acabar misturando o técnico com o político", disse o reitor da Universidade Autônoma Gabriel René Moreno (Uagrm) Vicente Cuellar, que ratificou a proposta de aplicar "tecnicamente" o grande levantamento em 28 de junho de 2023. 

A vice-ministra da Comunicação da Bolívia, Gabriela Alcón, disse que em Santa Cruz houve "uma greve parcial" e mereceu a convocação do Comitê Cívico. Ele garantiu que, segundo relatos da Federação das Associações Municipais (FAM) da Bolívia, 90% dos governos locais trabalham normalmente. 

A autoridade ressaltou a decisão tomada pela ANC de adiar o censo e que foi a base do Decreto 4760. "O (Conselho Nacional de Autonomias) já tomou uma decisão; ele já falou e os governadores têm participado. É bom ouvir o que foi avançado, o trabalho que é feito", disse a autoridade. 

O vice-ministro da Coordenação de Governo, Gustavo Torrico, foi mais contundente, encerrou qualquer possibilidade de ajuste da data do grande levantamento. "O censo é para 2024, já tem um decreto, tem um convênio com as prefeituras e os prefeitos. O diálogo está aberto sem condições", disse após questionar a greve devido às perdas que causou, especialmente no setor informal. 

O dia do protesto começou ruidosamente com episódios de tensão na cidadela do Plano Três Mil, onde as autoridades do governo central chegaram para "garantir" o direito ao movimento e ao trabalho. Os mercados populares naquela área permaneceram abertos, mas havia poucos compradores. 

O ministro das Obras Públicas, Edgar Montaño, foi muito ativo ontem com os habitantes de Santa Cruz que se manifestaram contra a greve. A autoridade, por meio de suas redes sociais, divulgou vídeos em que vários ativistas se mobilizaram para levantar os bloqueios. 

 

 

* Com informações do El Deber

Deixe seu Comentário

Leia Também

Evento
Sábado tem Festival de Pipa em Ladário
Em até 9X
Ladário: prazo para incluir taxa do lixo na fatura de água encerra dia 14
Economia
Reunião aprovou prioridades e novas áreas de financiamento do FCO para 2025
Cidadania LGBTQIA+
Certidão de nascimento garante cidadania, direitos e renascimento de novas histórias
Viva a São João
Estão abertas as inscrições para concursos de Andores, Miniandores e Quadrilhas Juninas
Praça da Independência
Cerimônia cívico-militar comemora os 157 da Retomada de Corumbá
Edital
Sindicato convoca trabalhadores da J&F Mineração para Assembleia Geral
Economia
Em novo recorde para o mês, Junta Comercial registrou abertura de 960 empresas em maio
Cidade
Bancos não abrem neste feriado da Retomada de Corumbá
24 horas
Colisão entre carro e bicicleta faz duas vítimas na manhã desta quinta

Mais Lidas

Infraestrutura
Moradores falam de melhor qualidade de vida após lajotamento de vias no Cravo Vermelho
Turismo
Consultoria vai facilitar certificação internacional para destinos e negócios de turismo em MS
Meio Ambiente
Câmara pede apoio técnico e logístico ao Governo Federal para combater queimadas no Pantanal
Meio Ambiente
Estudo alerta para escassez hídrica e aumento de mais de 1000% em incêndios no Pantanal