Menu
sexta, 24 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Fifa afasta Blatter e Platini do futebol por 8 anos

21 dezembro 2015 - 09h23Portal Terra
O suíço Joseph Blatter e o francês Michel Platini, ex-presidentes da Fifa e da Uefa, respectivamente, foram punidos com oito anos afastamento "de toda atividade relacionada ao futebol, administrativa, esportiva ou de qualquer tipo", segundo decisão emitida nesta segunda-feira (21) pelo Comitê de Ética da Fifa. A sanção entra em vigor "de forma imediata" e é válida nos âmbitos nacional e internacional. Blatter também deverá pagar uma multa de 50 mil francos suíços (R$ 196 mil) e Platini outra de 80 mil (R$ 314 mil). O Comitê de Ética informou que o pagamento de dois milhões de francos suíços (R$ 7,8 milhões) feito pela Fifa a Platini em fevereiro de 2011, autorizado por Blatter, "não tinha base legal no acordo assinado por ambos os dirigentes em 25 de agosto de 1999". "Nem em sua declaração escrita nem em seu depoimento pessoal" Blatter conseguiu demonstrar "outra base legal" que justificasse esse pagamento. As alusões a um "acordo verbal" com Platini "não foram convincentes e acabaram rechaçadas" pela câmara do Comitê de Ética que estudou o caso. Esta instância considera que Blatter "não mostrou uma atitude ética, não aplicou as regras e regulações da Fifa e demonstrou uma execução abusiva de sua posição como presidente", com violação do artigo 13 do Código Ético da entidade, sobre as regras de conduta. Esse pagamento a Platini tammbém violou o artigo 20 do Código, relativo à oferta e recepção de presentes ou outros benefícios, e o artigo 19, que se refere ao conflito de interesses. "Ao não colocar primeiro os interesses da Fifa e ao não se abster de fazer algo contrário a esses interesses, Blatter violou seus deveres e violou o artigo 15 do Código de Ética sobre a Lealdade", diz a decisão divulgada nesta segunda-feira. Em relação a Platini, a câmara assinalou que não encontrou provas que de o francês tenha recebido o pagamento "em troca da execução ou omissão de uma ata oficial no contexto do artigo 21 do Código, relativo aos subornos e à corrupção". No entanto, "sua conduta sem uma base legal" viola os mesmos artigos referidos no caso de Blatter: recepção de presentes, conflito de interesses, lealdade e regras de conduta. Platini não quis prestar depoimento pessoalmente na semana passada perante o Comitê de Ética, o que foi feito por Blatter. O suíço renunciou ao posto de presidente da Fifa em junho, poucos dias após ser reeleito, após as investigações por suposta corrupção abertas nos Estados Unidos e na Suíça contra dirigentes da Fifa. Tanto ele como Platini tinham decretada uma suspensão provisória, punição que impediu o francês de se candidatar à presidência para suceder Blatter nas eleições que serão realizadas em fevereiro em Zurique, na Suíça.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tráfico de Drogas
Boliviana presa com pasta base diz ter recebido a droga do marido
Disque-Denúncia
Gaeco disponibiliza telefone para receber denúncias da operação "Cartão Vermelho"
Ônibus para Capital
Menor é apreendida transportando pacotes de Skunk presos ao corpo
Boletim Epidemiológico
MS registra 9.155 casos confirmados de dengue
Reconhecimento
Investigadora da Civil de Corumbá é homenageada pelo combate à crueldade contra animais
Vigilância Sanitária
Governo cria "MS Vacina Pet" e destina R$ 1,9 milhão contra a raiva
Em Dourados
PF mira em quadrilha de MS que transportava drogas em tanques de combustível
Sob Alerta
Inmet divulga alerta de perigo para o sul do país
Nova Data
Concurso Unificado será em 18 de agosto, confirma Ministério da Gestão
Variedades
Tipos de apostas no futebol

Mais Lidas

Tráfico de Drogas
Mochila abandonada em ônibus é apreendida com 8,7 kg de Skunk
Arrecadação
Estudante de Corumbá busca apoio para participar de Competição Nacional de atletismo no RJ
Oportunidade
IHP abre vagas para jovens aprendizes com idades entre 16 e 20 anos
Na madrugada
Homem é preso vendendo droga em beco do bairro Borrowski