Menu
sábado, 02 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Fiems e MSGás alinham parceria para projeto de fornecimento de energia às indústrias

03 agosto 2018 - 09h31Kamilla Marques

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o presidente da MSGás (Companhia de Gás Natural de Mato Grosso do Sul), Rudel Espíndola Trindade Júnior, alinharam, durante reunião realizada no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), a possibilidade de parceria para projeto de fornecimento de energia para as indústrias do Estado. O encontro contou ainda com a participação do presidente do CDTI (Conselho Temático Permanente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação) da Fiems, Luiz Cláudio Sabedotti Fornari, do diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, e do diretor-corporativo da Fiems, Cláudio Alves.

Segundo Sérgio Longen, é necessário avaliar o mercado para garantir mais competitividade às empresas que têm a necessidade de avançar com relação a novas formas de obtenção de energia. “Gás natural é algo que temos em Mato Grosso do Sul e precisamos dar a competitividade necessária a esse produto. Entendemos que utilizar o gás natural como fonte geradora de energia é uma demanda importante e a nossa intenção é criar um sistema híbrido utilizando energia eólica, fotovoltaica e geradores movidos a gás natural”, afirmou.

Rudel Trindade destacou que o encontro tratou de projetos importantes desenvolvidos pela Fiems com relação a novos modelos de comercialização de energia, como a fotovoltaica e a eólica, e o gás natural ocupa parte importante nesse segmento. “O gás entra como um ponto de estabilidade para essa geração. Ampliamos nossa discussão para outros pontos, como a troca de geradores movidos a óleo diesel por geradores a gás natural, gerando uma economia e energia a ser comercializada. Além disso, ficamos de trabalhar uma tarifa de gás mais competitiva”, considerou.

Na avaliação de Luiz Cláudio Sabedotti Fornari, atualmente há uma necessidade de se investir em novas fontes de energia. “Hoje existe uma preocupação muito grande com a possibilidade de falta de energia no País e essa reunião discutiu a criação de um projeto consistente e viável de produção e comercialização de energia. Vemos que a alternativa mais viável quando se produz energia é um sistema híbrido, quando uma fonte completa outra. A energia fotovoltaica só é produzida quando existe sol e a eólica só quando há vento, então é preciso completar esse espaço em que não é produzida energia e, sem dúvida, a opção mais limpa, mais rápida e mais eficiente do ponto de vista técnico é o gás natural”, ressaltou.

Já Rodolpho Caesar Mangialardo explicou que a Fiems tem um projeto de fornecimento de energia com menores custos para as indústrias do Estado. “Uma dessas energias pode ser oriunda do gás natural e, por isso, essa reunião com a MSGás, que se comprometeu a buscar alternativas para redução do preço. Também discutimos a oportunidade de utilizar geradores movidos a gás natural, que tem menor custo e maior eficiência”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Imunização
Corumbá terá três postos de multivacinação neste sábado, 02 de março
Ranking
MS é destaque nacional na gestão de recursos federais e execução de projetos e convênios
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Campanha
Ladário expande vacinação contra dengue nas escolas da rede municipal
Evento
Corumbá sedia 3ª edição da Copa dos Campeões da Assomasul neste final de semana
Mudanças
Supremo derruba a regra sobre distribuição de sobras eleitorais em eleições proporcionais
Em processo
Reunião com novos diretores aborda habilitação de unidade de saúde exclusiva para presídios
Turismo ecológico
Encontro aborda aspectos da educação ambiental no turismo do Pantanal
Direito à saúde
DPU assegura que imigrantes sejam incluídos na fila de transplantes

Mais Lidas

10 vagas em MS
Inscrições estão abertas para concurso da Caixa com três vagas em Corumbá
Confirmado
Dupla sertaneja Henrique e Diego é a principal atração cultural do FIPEC 2024
Bombeiros
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nesta manhã em Corumbá
27 vagas
Inscrições para concurso de professores da UFMS seguem abertas até 7 de março