Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Fieis montam tapetes de Corpus Christi em Corumbá e Ladário

26 maio 2016 - 10h31Sylma Lima
Já é tradição dos fiéis dos dois municípios pantaneiros confeccionarem os tapetes de Corpus Christis pelas ruas em frente as principais paroquias . Eles começam cedo, com ajuda de jovens e adultos,  coordenados por paroquianos e ,se aventuram no mundo da imaginação com imagens sacras que demonstram fé e devoção ao catolicismo. Os tapetes são feitos com cal,  pó de serra (madeira), folha picada, areia e outros materiais recicláveis e biodegradáveis. Em Ladário o tapete está sendo confeccionado em frente a igreja Nossa Senhora dos Remédios e em Corumbá na rua Dom Aquino em frente à Catedral de Nossa Senhora Auxiliadora até a Rua Antônio Maria. As imagens ainda não estão prontas, mas, até a noite tudo deve estar perfeito para a missa das 19h. Somente em Corumbá mais de 200 pessoas trabalham na confecção dos tapetes. Essa tradição é mantida nas duas cidades há mais de cem anos e nunca deixa de ser uma data comemorada pelos católicos, “ demonstra nossa fé em Cristo e renova nossos votos com a igreja” , disse a estudante Juliane Almeida que levantou cedo para , “ colocar a mão na massa e fazer uma pomba branca, o símbolo da paz entre os homens” , disse.  Significado Os tapetes de Corpus Christi são uma tradição católica popular, que é comum em várias cidades do Brasil e Portugal, sendo confeccionados durante a celebração do dia de Corpus Christi. A prática, surgida em Portugal e posteriormente difundida no Brasil durante o período colonizatório,[1] consiste na confecção de representações de cenas bíblicas, objetos devocionais ou simples temas ornamentais sobre as ruas em que a procissão da Eucaristia passará,[2] o de mais costume, são desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.[3] Os tapetes, tradicionalmente confeccionados de serragem e sal coloridos, empregam nos dias atuais uma gama de materiais, tais como borra de café, areia, flores, farinhas, dentre outros.[1] Seu comprimento varia de acordo com cada cidade ou paróquia, indo desde poucas centenas de metros até alguns quilômetros.[4] Os tapetes, em geral, ligam duas igrejas, decorando o caminho por onde será transladado o Sacramento.[1] Em algumas localidades, é usual que se exibam panos vermelhos nas janelas das casas por onde o cortejo passará.[5] No Brasil, a tradição é especialmente prevalente em cidades do Sudeste,[6] sendo um componente importante da cultura de cidades históricas, como Ouro Preto.[7] Para sua confecção, grupos de paroquianos reúnem-se na noite anterior ao dia de Corpus Christi, tornando a prática um espaço de sociabilização entre os fiéis. (Wiquipédia)

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
UEMS abre inscrições para a seleção de professor temporário para curso de Medicina
BOLETIM COVID
Após um ano da pandemia no Brasil, MS ultrapassa 180 mil casos
GERAL
Vale anuncia doação de 50 milhões de seringas para combate à Covid-19
Ação faz parte de novo pacote de ajuda humanitária ao país, que prevê ainda doação de oxigênio e EPIs
ESPORTE
Governo assina convênio de apoio aos clubes para a disputa do Estadual
SAÚDE
Após suspensão, voo comercial traz brasileiros que vivem em Portugal
POLICIAL
Homem é preso no Centro de Corumbá por ameaçar mulher com uma foice
SAÚDE
Sábado e Domingo haverá drive para vacinar idosos acima de 80 anos contra a Covid-19
CIDADE
Projeto sobre identificação de ruas e sinalização de trânsito pode se tornar lei na cidade
Geral
Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano
POLICIAL
PRF recupera dois veículos em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso no Centro de Corumbá por ameaçar mulher com uma foice
EDUCAÇÃO
Governo de MS decide pela retomada das atividades da REE de forma remota
POLICIAL
PM de Corumbá prende dupla por furto em praça pública no Nova Corumbá
GERAL
Governo prorroga toque de recolher e restrições seguem até 12 de março