Menu
sexta, 24 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Fieis montam tapetes de Corpus Christi em Corumbá e Ladário

26 maio 2016 - 10h31Sylma Lima
Já é tradição dos fiéis dos dois municípios pantaneiros confeccionarem os tapetes de Corpus Christis pelas ruas em frente as principais paroquias . Eles começam cedo, com ajuda de jovens e adultos,  coordenados por paroquianos e ,se aventuram no mundo da imaginação com imagens sacras que demonstram fé e devoção ao catolicismo. Os tapetes são feitos com cal,  pó de serra (madeira), folha picada, areia e outros materiais recicláveis e biodegradáveis. Em Ladário o tapete está sendo confeccionado em frente a igreja Nossa Senhora dos Remédios e em Corumbá na rua Dom Aquino em frente à Catedral de Nossa Senhora Auxiliadora até a Rua Antônio Maria. As imagens ainda não estão prontas, mas, até a noite tudo deve estar perfeito para a missa das 19h. Somente em Corumbá mais de 200 pessoas trabalham na confecção dos tapetes. Essa tradição é mantida nas duas cidades há mais de cem anos e nunca deixa de ser uma data comemorada pelos católicos, “ demonstra nossa fé em Cristo e renova nossos votos com a igreja” , disse a estudante Juliane Almeida que levantou cedo para , “ colocar a mão na massa e fazer uma pomba branca, o símbolo da paz entre os homens” , disse.  Significado Os tapetes de Corpus Christi são uma tradição católica popular, que é comum em várias cidades do Brasil e Portugal, sendo confeccionados durante a celebração do dia de Corpus Christi. A prática, surgida em Portugal e posteriormente difundida no Brasil durante o período colonizatório,[1] consiste na confecção de representações de cenas bíblicas, objetos devocionais ou simples temas ornamentais sobre as ruas em que a procissão da Eucaristia passará,[2] o de mais costume, são desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.[3] Os tapetes, tradicionalmente confeccionados de serragem e sal coloridos, empregam nos dias atuais uma gama de materiais, tais como borra de café, areia, flores, farinhas, dentre outros.[1] Seu comprimento varia de acordo com cada cidade ou paróquia, indo desde poucas centenas de metros até alguns quilômetros.[4] Os tapetes, em geral, ligam duas igrejas, decorando o caminho por onde será transladado o Sacramento.[1] Em algumas localidades, é usual que se exibam panos vermelhos nas janelas das casas por onde o cortejo passará.[5] No Brasil, a tradição é especialmente prevalente em cidades do Sudeste,[6] sendo um componente importante da cultura de cidades históricas, como Ouro Preto.[7] Para sua confecção, grupos de paroquianos reúnem-se na noite anterior ao dia de Corpus Christi, tornando a prática um espaço de sociabilização entre os fiéis. (Wiquipédia)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tráfico de Drogas
Boliviana presa com pasta base diz ter recebido a droga do marido
Disque-Denúncia
Gaeco disponibiliza telefone para receber denúncias da operação "Cartão Vermelho"
Ônibus para Capital
Menor é apreendida transportando pacotes de Skunk presos ao corpo
Boletim Epidemiológico
MS registra 9.155 casos confirmados de dengue
Reconhecimento
Investigadora da Civil de Corumbá é homenageada pelo combate à crueldade contra animais
Vigilância Sanitária
Governo cria "MS Vacina Pet" e destina R$ 1,9 milhão contra a raiva
Em Dourados
PF mira em quadrilha de MS que transportava drogas em tanques de combustível
Sob Alerta
Inmet divulga alerta de perigo para o sul do país
Nova Data
Concurso Unificado será em 18 de agosto, confirma Ministério da Gestão
Variedades
Tipos de apostas no futebol

Mais Lidas

Tráfico de Drogas
Mochila abandonada em ônibus é apreendida com 8,7 kg de Skunk
Arrecadação
Estudante de Corumbá busca apoio para participar de Competição Nacional de atletismo no RJ
Oportunidade
IHP abre vagas para jovens aprendizes com idades entre 16 e 20 anos
Na madrugada
Homem é preso vendendo droga em beco do bairro Borrowski