Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Festival "Dança em Trânsito" chega nos dias 24 e 25 de agosto a Corumbá

19 agosto 2022 - 08h26Assessoria do Moinho Cultural

O Dança em Trânsito, festival internacional de dança contemporânea, chega pela primeira vez a Corumbá, no ano em que celebra 20 anos de existência, para apresentar, nos dias 24 e 25 de agosto, seis espetáculos de companhias nacionais e internacionais em uma programação totalmente gratuita. 

No primeiro dia de apresentações, a programação será iniciada às 16h, no Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, com ROTAS PLURAL, resultado da residência coreográfica de criação a partir do intercâmbio entre a dança contemporânea e estilos musicais populares do Brasil. Na sequência, será apresentado o espetáculo Adapta-bilidade, da Nimo Cia de Dança, que faz um chamado ao público. “Livre-se da visão de mundo que a sociedade lhe impõe, veja! Observe! Reconheça e valorize as pessoas pela maneira com que elas tratam as outras pessoas e não pelo seu cargo, cor e gênero”, declara o diretor Gleidson Vigne. Ele destaca que a habilidade em se adaptar nos dias atuais é fundamental e isso não é diferente na dança, um corpo hábil é aquele que consegue se adaptar às diferentes qualidades e maneiras de cada criador. Logo após, a primeira noite se encerra a apresentação do resultado da residência de criação ministrada pelo coreógrafo e bailarino espanhol Kiko López. 

No dia 25, as apresentações do Dança em Trânsito serão abertas às 16h com o espetáculo Ekesa-Sanko, da Cia Corpus Entre Mundos, de Brasília. Em cena, o bailarino e coreógrafo angolano Dilo Paulo conta a história de um herói que esqueceu o seu passado e começa uma jornada para não se perder de si mesmo. Em seguida no Instituto Moinho Cultural Sul-Americano,  Kiko López apresenta W.I.W.B.A.K., 

Espetáculo Rotas Plural, apresentação no Rio de Janeiro. Foto: Fernanda Vallois

Encerrando a programação do Dança em Trânsito no Mato Grosso do Sul, será apresentado do espetáculo Café não é só uma xícara, do Grupo Tápias – companhia franco-brasileira associada ao Espaço Tápias. Com coreografia e direção artística de Flávia Tápias, o trabalho coloca em cena sentimentos e sensações associados à pesquisa realizada sobre o café, uma bebida tão presente na vida dos brasileiros, que evoca tradições, crenças, espiritualidade.   

Sobre o Festival 

O Dança em Trânsito é um dos mais longevos festivais de dança contemporânea do Brasil e este ano completa 20 anos com uma edição comemorativa. 

O  festival é apresentado pelo Instituto Cultural Vale, com realização e produção do Espaço Tápias, por meio da direção artística e curadoria de Giselle Tápias e Flávia Tápias. Desde 2002 acumula números superlativos, com cerca de mil apresentações em mais de 30 cidades, no Brasil e no exterior, envolvendo uma centena de companhias oriundas de 16 países, vistas por mais de 60 mil pessoas. Em 2020, durante a pandemia, realizou uma versão online – indicada ao Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), na categoria “Difusão” – e, em 2021, a primeira edição híbrida, com passagem por 25 cidades. 

 A 20ª edição do Dança em Trânsito será realizada até o dia 23 de outubro, ocupando palcos e espaços públicos de 13 capitais brasileiras e 18 outras cidades, com espetáculos, residências, intercâmbios e oficinas. Ao todo, 41 companhias do Brasil, Espanha, Eslovênia, França, Itália, Suíça e Coreia do Sul participam do evento. 

Esse ano o festival promove a inédita Vitrine Brasileira de Dança Contemporânea, para representantes de diversos países assistirem aos espetáculos brasileiros convidados, e vai a Paris (França) no período de 14 a 18 de setembro. 

Sobre o Instituto Cultural Vale 

O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem novas perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. São mais de 300 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal em execução em 2022. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Onde tem Cultura, a Vale está. Visite o site do Instituto Cultural Vale: institutoculturalvale.org 

Sobre a ENGIE 

No Brasil, a ENGIE é a maior produtora privada de energia elétrica no país, operando uma capacidade instalada de 10.290 MW em 32 usinas em todo o Brasil, o que representa cerca de 6% da capacidade do país.. O Grupo possui 90% de sua capacidade instalada no país proveniente de fontes limpas, renováveis e com baixas emissões de gases de efeito estufa, posição que tem sido reforçada pela construção de novas eólicas no nordeste do país e por uma das maiores hidrelétricas do País, Jirau (3.750 MW), localizada no rio Madeira e que foi inaugurada em dezembro de 2016. O Grupo também atua na área de geração solar distribuída e oferece serviços relacionados à energia, engenharia e integração de sistemas, atuando no desenvolvimento de sistemas de telecomunicação e segurança, iluminação pública e mobilidade urbana para cidades inteligentes, infraestruturas e a indústria de óleo e gás. Contando com 3.000 colaboradores, a ENGIE teve no país em 2016 um faturamento de R$ 6 bilhões. 

 

Serviço:

Programação completa e inscrições para oficinas: www.dancaemtransito.com.br   

Local: Instituto Moinho Cultural Sul-Americano 
Horário: 16h 

Dia: 24 de agosto 

ROTAS PLURAL 
Resultado da residência coreográfica de criação a partir do intercâmbio entre a dança contemporânea e estilos musicais populares do Brasil 

ADAPTA-BILIDADE 
Nimo Cia de Dança (Rio de Janeiro, RJ, Brasil e Portugal) 

Apresentação do resultado da residência de criação 
com Kiko López (Barcelona, Espanha) 

  

Dia: 25 de agosto 

EKESA-SANKO 
Corpus entre mundos - Dilo Paulo (Brasília, DF) 

W.I.W.B.A.K. 
Kiko López (Barcelona, Espanha) 

CAFÉ NÃO É SÓ UMA XÍCARA 
Grupo Tápias (Rio de Janeiro, RJ, Brasil e Paris, França) 

  

DANÇA EM TRÂNSITO - 20ª edição 
Apresentação e patrocínio master: Instituto Cultural Vale 
Patrocínio: Engie e VW Caminhões e Ônibus 
Direção geral: Giselle Tápias 
Direção artística e curadoria: Giselle Tápias e Flávia Tápias 
Direção de produção: Norma Thiré 
Contatos artísticos: Larissa Emi 
Contatos com instituições, patrocínios e parcerias: Letícia Kaminski 
Produção Executiva: Karoli Andrade e Sonia Reinstein 
Identidade visual, web design: Fernanda Valois | TRUQUE 
Design gráfico: Fernanda Valois | TRUQUE, Letícia Andrade e Julia Werneck | Nós Comunicações 
Coordenação técnica e de palco: Louis Radavelli 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá