Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Feira de Produtos de Transição Agroecológica acontece toda a terça na UFMS

25 maio 2016 - 08h02Assessoria Institucional PMC
A feira é resultado de um projeto desenvolvido na região e que vai ser expandido aos assentamentos de Corumbá (Foto: Kleverton Velasques) A feira é resultado de um projeto desenvolvido na região e que vai ser expandido aos assentamentos de Corumbá (Foto: Kleverton Velasques) Corumbá terá todas as terças-feiras, a Feira de Produtos de Transição Agroecológica que foi lançada na manhã de ontem no Campus Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A realização é resultado de um projeto desenvolvido pela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares do Pantanal e da Fronteira (ITCPPF) do Campus Pantanal (CPAN), em parceria com a Prefeitura de Corumbá, Embrapa Pantanal, Sebrae-MS e Prefeitura de Ladário. O diretor do CPAN, professor Edgar Aparecido da Costa, no lançamento lembrou que o projeto só foi capaz graças ao apoio dos parceiros que permitiram mostrar aos agricultores que o sonho da produção é possível. “Desde 2010 a gente vem arquitetando todos os passos para que eles pudessem caminhar sozinhos. Primeiro ensinando eles a produzirem, depois a venderem, a pensar na propriedade deles como um negócio”, explicou. “Hoje a gente está vendo aqui o resultado das nossas pesquisas. Nós resolvemos inverter e trouxemos eles para dentro da universidade para vender o seu produto e continuarmos a nossa pesquisa”, continuou. Edgar ainda lembra que tudo começou no assentamento 72 em Ladário. “Primeiro testamos no 72. Ficamos três anos realizando o teste lá. Agora que vimos que dá certo, estamos levando para outros assentamentos como o Taquaral”, ressaltou, salientando que 28 produtores já estão cadastrados para apresentar seus produtos nas feiras que acontecerão durante o ano. A vice-prefeita Márcia Rolon tem acompanhado este trabalho e disse que o projeto é voltado também para aquelas pessoas que pensam onde comprar alimentos confiáveis produzidos na própria região. “Fico muito feliz pela vitória dessas pessoas e também pela população que agora pode comprar algo saudável. Nossa ideia é fomentar os nossos produtores”, salientou. “Agora as pessoas já sabem que todas as terças tem feira aqui na UFMS na entrada da biblioteca”, completou. Os produtores passaram por uma série de cursos de capacitação em hortas, agroecologia, associativismo, organização do lote como negócio, fortalecimento do cooperativismo, produção de caldas agroecológicas para controle das pragas, dentre outros. Maria Aparecida Leite da Silva, uma das participantes do projeto, disse que antes não sabia como comercializar a sua produção. “A gente produzia para consumo próprio, para nossos familiares e alguns vizinhos que iam lá em casa e pegavam porque sabiam que a gente dava. Agora não, aprendemos a manejar o nosso negócio e já começamos a ganhar algum dinheiro vendendo os nossos produtos na feira de Ladário e agora aqui, ampliando o nosso campo de venda”.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÂNSITO
Jovem de 19 anos morre após subir em capô de carro e namorado bater em poste na Capital
GERAL
Começa a valer hoje nova política de privacidade do Whatsapp
GERAL
Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
GERAL
Cuidados com a pele devem ser redobrados como inverno
ESPORTE
Final do Cariocão 2021 começa neste sábado com o clássico Fla x Flu
SAÚDE
Saúde reforça a importância dos cuidados de biossegurança
GERAL
Sorteio da Mega-Sena deste sábado tem prêmio estimado em R$ 33 milhões
GERAL
Pesquisadores alertam para riscos de crianças expostas a telas
CORONAVÍRUS
Alerta Covid: Casos confirmados e internações continuam crescendo
CULTURA
Semana Nacional de Museus terá lançamento de livros sobre Patrimônio de Corumbá

Mais Lidas

POLICIAL
Polícia Federal apreende 280 Kg cocaína na parte alta de Corumbá
VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros socorrem vítimas de colisão de carros no Centro
OPORTUNIDADE
IEL tem 91 vagas de estágio para Campo Grande, Camapuã e Corumbá