Menu
sábado, 08 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Famílias ganham novo prazo para deixar área invadida no Maria Leite

07 abril 2016 - 08h57Gesiane Medeiros
Reunião entre as famílias invasoras de terreno de aproximadamente 60 hc, pertencente ao governo do estado, no bairro Maria leite, a Procuradoria do Estado (regional de Corumbá) e o advogado representante das famílias, aconteceu ontem à tarde, 6 de abril, no próprio terreno, e concedeu novo prazo para saída dos invasores. Segundo a procuradoria, o objetivo era demonstrar as famílias que a ação era totalmente ilegal e que eles deveriam por fim deixar o local. O procurador que atende ao caso, José Luis de Aquino, afirma que as famílias se conscientizaram da irregularidade e vão deixar o terreno, porém não agora, será marcada uma audiência de conciliação. A liminar de reintegração de posse foi concedida no dia 30 de março, pela juíza da vara da Fazenda Pública, Luiza Vieira Sá de Figueiredo. A concessão obriga que as quase 500 famílias assentadas no local deixem o território, localizado às margens da BR 262, e que está ocupado há pelo menos dois meses. José Luis de Aquino, procurador do estado responsável pelo caso e que protocolou a liminar, afirma ao Capital do Pantanal que o principal passo foi dado, “as famílias se conscientizaram que não poderiam tomar posse de um território público em forma de invasão, agora vamos solicitar a juíza de Fazenda Pública, uma audiência de conciliação, onde já está previamente acertado com as famílias, que eles vão deixar o local de forma pacífica e voluntária. A audiência vai apenas fixar um prazo mínimo para que eles possam retirar, sem prejuízo, as edificações que já iniciaram”, afirma o procurador. A reunião terminou no final da tarde de ontem e o requerimento será enviado para a Juíza Luiza Vieira Sá de Figueiredo, quem autorizou a liminar de reintegração de posse, ainda nesta manhã, após uma nova reunião com advogados e representantes. Na reunião de ontem, as famílias realizaram denúncia de que pelo menos 120 famílias obtiveram casa no assentamento próximo a área invadida, de forma irregular. O procurador está enviando a denúncia para AGEHAB (Secretaria de Estado de Habitação), que vai investigar o caso. Se confirmada a veracidade, os imóveis deverão ser liberados para novos donos, que podem estar no grupo de invasores ou não. O procurador explica que as famílias foram informadas de que no momento o governo não tem nenhum área disponível para assenta-los, “explicamos que essa invasão só retarda qualquer ação habitacional do governo, mesmo com casas sendo liberadas no assentamento próximo, as famílias invasoras serão cadastradas e aguardarão a vez como todas as outras já inseridas em programas habitacionais”, explica José Luis.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PM presenteia criança que sonha ser policial militar em seu aniversário
POLICIAL
PM de Corumbá Intensifica Patrulhamento e Fiscalização em Área Rural
GERAL
Em visita ao Governo do Estado Bia Cavassa acompanha projetos para a região pantaneira
SAÚDE
MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose
CORONAVÍRUS
Levantamento mostra que 17% das mortes por covid em MS eram de pacientes sem comorbidade
GERAL
Detentos bolivianos em Corumbá recebem assistência de Consulado
GERAL
Energisa alerta para consumo consciente da energia elétrica em tempos de home office e aulas on-line
Com mudança na bandeira tarifária, consumidores precisam adotar práticas sustentáveis para evitar desperdício e fazer o uso consciente da energia
EDUCAÇÃO
Reforma e adequação da escola Pedro Paulo de Medeiros começa nesta segunda
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam anta com mais de 200 kg de piscina em clube
ESPORTE
Vereadores sugerem construção de pista de Mountain Bike em área no Dom Bosco

Mais Lidas

POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
OPERAÇÃO PF
PF deflagra Operação Grão Branco de combate ao tráfico internacional de drogas
TRÁFICO DE DROGAS
PRF apreende 494 Kg de maconha e 7 Kg de skunk na BR-262
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal