Menu
segunda, 27 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Família culpa Estado por morte de adolescente na UNEI

06 junho 2016 - 11h26Sylma Lima
A família e Jean Carlos Guanes ,18, assassinado a golpes de “ chuncho” (objeto perfuro cortante confeccionado em interior de presídio a partir de um pedaço de material metálico) na madrugada deste domingo,05 de Junho, no interior da UNEI (Unidade Educacional de Internação) de Corumbá, responsabiliza o Estado pela morte do adolescente. A mãe de Jean, Edna Guanes , revoltada, disse ao Capital do Pantanal que o filho estava prestes a sair quando recebeu a notícia do assassinato. A mulher lamenta o episódio e repudia quem espalhou as fotos do menino morto em grupos de WattsAap, pois segundo ela as fotos saíram de dentro da unidade prisional. Ela diz que o filho não teve proteção dos agentes,  e foi morto enquanto dormia, por isso vai cobrar responsabilidade do Estado. Quanto aos motivos a família desconhece, mas cobra punição severa para os culpados. Jean estava na casa de detenção de menores desde 2013 onde cumpria pena por crimes de roubos e furtos, entretanto, como atingiu a maioridade ia deixar a UNEI. O corpo foi velado na capela municipal de Ladário. No caixão podia ser observado a brutalidade do crime, pois o menino estava com todo o rosto e corpo coberto por curativos, onde havia perfuração. A polícia passou o domingo na UNEI porque após o crime os internos fizeram uma rebelião no local, sendo contida no final da tarde pela Polícia Militar.   Entenda o caso Neste domingo (05) por volta das 03:30 a guarnição da Força Tática da Policia Militar foi empenhada após solicitação do Diretor da UNEI PANTANAL, pois segundo informações havia ocorrido um homicídio no interior da Unidade Educacional. No local a equipe da Policia Militar realizou os procedimentos de extração na cela que ocorreu o fato, onde foram retirados três internos e verificado que um estava caído ao solo, que após atendimento médico pela equipe do SAMU foi constatado o óbito. Segundo informações colhidas pelo local,  a vítima fatal, um adolescente de 18 anos, foi executada com golpes de “chuncho” (arma perfurante confeccionada artesanalmente) por dois adolescentes de 17 anos, um transferido de Chapadão do Sul que possuía 11 passagens policiais e outro natural de Corumbá que possuía 7 passagens policiais. Após a extração e constatação do óbito compareceu ao Local o Delegado de Policia Civil acompanhado da equipe de Perícia, onde foram tomadas as providências necessárias. Foram encontrados no local, duas armas artesanais e um pedaço de madeira, utilizados para cometer o homicídio. Os adolescentes infratores foram encaminhados à 1ª DP de Corumbá. Motim Neste domingo (5), por volta das 12h40, a Polícia Militar foi acionada para deslocar à Unei Pantanal, pois segundo agentes socioeducativos em serviço, os reeducandos realizavam um motim em protesto a morte do adolescente ocorrida durante a madrugada, os internos atearam fogo em colchões e roupas. Os reeducandos alegaram que o fato que tirou a vida do jovem de 18 anos ocorreu de forma covarde, e os autores estariam  retornando ao estabelecimento.  Com a chegada da Polícia Militar no local, os internos se acalmaram, foi procedida a extração dos alojamentos para que os agentes fizessem a revista. O Corpo de Bombeiros foi acionado e rapidamente as chamas foram controladas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Deputado Luiz Ovando destina recursos para atender a APAE de Corumbá
Geral
Prefeitura de Corumbá terá ponto facultativo na sexta-feira, 31 de maio
Tempo
Segunda-feira de frio em Corumbá
Corumbá amanhece com 14 graus nesta segunda
Meio Ambiente
Relatório da ONU sobre o clima responsabiliza a humanidade por aumento de fenômenos extremos
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix
Variedades
Cassinos Online: Sorte e estratégia na era digital
Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Meio Ambiente
Juiz mantém proibido o desmate no Parque dos Poderes
Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix
Meio Ambiente
Relatório da ONU sobre o clima responsabiliza a humanidade por aumento de fenômenos extremos
Variedades
Cassinos Online: Sorte e estratégia na era digital