Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Maio
Geral

Faltam 9 dias: Prazo termina dia 30 e mais de 152 mil ainda não declararam imposto de renda em MS

21 junho 2020 - 10h23Midia Max

O prazo para a entregada da declaração do IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) 2020 termina no próximo dia 30 de junho e até a manhã deste domingo (21), mais de152 mil contribuintes ainda não entregaram as declarações em Mato Grosso do Sul.

 

Vale lembrar que o prazo foi adiado em dois meses por conta das dificuldades impostas pelo coronavírus (covid-19), e no Estado foram entregues até o momento 297.691 declarações das 450 mil esperadas. enquanto no Brasil foram 21.299.584.

 

De acordo com as regras, quem entrega a declaração mais cedo tem mais chances de receber a restituição antes. O prazo das restituições também foi alterado, neste ano, serão pagos cinco lotes de restituição e não sete, como costumava ocorrer. Os pagamentos começaram no dia 29 de maio, em MS foram 11,2 mil contribuintes contemplados no 1° lote, e encerram no dia 30 de setembro. Conforme informações da Receita Federal em MS, a previsão é de um aumento em 5,1% no número de declarações em relação ao ano passado. Em 2019, 428 mil contribuintes fizeram a declaração, enquanto a previsão para este ano é de que 450 mil pessoas declarem o imposto de renda.

Até a manhã deste domingo, 152.309 pessoas não haviam feito a declaração no Estado, 44% do total, 123.082 somente em Campo Grande.

Neste ano, o contribuinte tem alternativas para fazer a Declaração: por meio do PGD (Programa Gerador de Declaração) IRPF 2019, disponível no site da Receita Federal; e pelo aplicativo ‘Meu Imposto de Renda’, disponível para tablets e smartphones.

Quem não cumprir, fica sujeito à multa e a restrições no CPF (Cadastro de Pessoa Física), o que pode dificultar a compra e a venda de imóveis, o requerimento de passaporte e até o ingresso em universidades. Devem declarar o imposto aqueles que:

  • Receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal superior a R$1.903,98
  • Tiveram rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00
  • Trabalhadores do campo que tiveram rendimento anual bruto de renda rural superior a R$ 142.798,50.
  • Investiram qualquer quantia em bolsa de valores, mercado de capitais ou similares
  • Proprietários de imóvel ou terreno com valor superior a R$ 300.000,00
  • Optaram pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que tal valor tenha sido utilizado para a compra de outro imóvel em território nacional no prazo de 180 dias.

Se você for declarar IR pela primeira vez, vai precisar dos números do seu CPF e do título de eleitor, além dos dados residenciais e da sua profissão. Se a declaração for feita em conjunto com o cônjuge, o programa também vai pedir o CPF dele. Confira mais dicas no link.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apropriação
Líder comunitário desmente apoio de prefeito na obra da estrada do Porto Esperança
9 de agosto
Evento virtual do IFMS abordará o Dia dos Povos Indígenas
3ª edição
Neste sábado tem Feira Segura com produtores de assentamentos
Incentivo
Pista de skate do Poli pode ganhar reforma após destaque do esporte nas Olímpiadas
Legislativo
Recuperação asfáltica e fornecimento de água no São Gabriel são pautas na Câmara Municipal
Volta às Aulas
Legislativo investiga qualidade da merenda nas escolas do município
Vacinação
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina
Força Tarefa
Detran-MS abre mais de 200 vagas para exames teóricos em Corumbá
Dia Nacional da Saúde
Estado apresenta balanço positivo nos investimentos em hospitais e combate à pandemia
Na madrugada
Rapaz não resiste a facadas e morre no Pronto Socorro

Mais Lidas

Como fica?
Universidades de MS devem manter aulas presenciais suspensas até o fim do ano
De volta!
Câmara de Corumbá adota medidas mais flexíveis e retoma atendimento presencial
Arte Popular
Jardim do Artesanato expõe e comercializa trabalhos de artesões da cidade
Fiscalização
Vereador solicita inclusão de Corumbá na CPI da Energisa na Assembleia