Menu
quinta, 20 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Exportação de industrializados tem o melhor resultado para agosto em toda a série histórica

13 setembro 2022 - 08h44Redação

A receita com a exportação de produtos industriais de Mato Grosso do Sul alcançou em agosto US$ 470,2 milhões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems, indicando crescimento de 8% em relação ao mesmo mês de 2021, quando o valor ficou em US$ 434,1 milhões. Esse foi o melhor resultado já registrado para o mês em toda a série histórica da exportação de produtos industriais de Mato Grosso do Sul.

Já no acumulado de 2022, a receita total alcançou US$ 3,29 bilhões, proporcionando crescimento de 15% em relação ao mesmo período de 2021, quando o valor ficou em US$ 2,86 bilhões, resultando na maior receita já alcançada no período indicado. “Quanto à participação relativa, no mês, a indústria respondeu por 68% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul. Já no acumulado do ano, a participação está em 59%”, explicou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende.

Grupos que apresentaram maior participação nas receitas de exportação

Ainda conforme o economista, os grupos “Complexo frigorífico”, “Celulose e papel” e “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração” responderam por 84% da receita das exportações do setor industrial no período de janeiro a agosto, sendo 33% para o primeiro grupo, 30% para o segundo e 21% para o terceiro. Logo em seguida estão os grupos “Açúcar e álcool”, com 5%, “Extrativo mineral”, com 3%, e “Metalmecânica”, com 3%. 

No grupo “Complexo frigorífico”, a receita de exportações em agosto alcançou US$ 153,3 milhões, enquanto no acumulado de janeiro a agosto o valor foi de US$ 1,1 bilhão. Os principais produtos exportados foram carnes desossadas congeladas e bovino, pedaços e miudezas congelados de frango e carnes desossadas e refrigeradas de bovino. Os principais países importadores foram China, Chile, Estados Unidos, Emirados Árabes e Egito. 

Quanto ao grupo “Celulose e papel”, em agosto a receita de exportações atingiu US$ 120,2 milhões e no acumulado do ano chegou a US$ 990,4 milhões. Os principais produtos comercializados foram pastas químicas de madeira e os maiores compradores foram China, Estados Unidos, Itália, Holanda e Argentina.

Já com relação ao grupo “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração”, a receita de exportações em agosto foi de US$ 69,6 milhões, enquanto no acumulado de janeiro a agosto o resultado alcançou US$ 684,6 milhões. Os principais produtos exportados foram bagaços e resíduos sólidos da extração do óleo de soja, farinhas e pellets da extração do óleo de soja, óleo de soja bruto e óleo de soja refinado. Os principais países importadores foram Índia, Indonésia, Holanda, Venezuela e Tailândia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Falta de navegabilidade já impacta atuação de combate ao fogo no Pantanal
Programação
Arraial do Banho de São João em Ladário acontece de 20 a 23 de junho
Estado
Aprovados no concurso público da Saúde de MS são convocados para posse
Incêndios
Reunião entre Governo do estado e MMS alinham ações para ampliar atuação no Pantanal
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Emprego e Renda
Vereador sugere estrutura para transformar terminal em um centro comercial
Maus Tratos
Civil resgata cães abandonados em imóvel fechado no bairro Guatós
Arraial
Termina hoje inscrição para Concurso de Quadrilhas; Andores e Miniandores prazo é amanhã
Ladário
Incêndio atinge região da Apa Baía Negra
Confira
Banho de São João faz mudanças no trânsito de Corumbá

Mais Lidas

Bombeiros
Plantão registra cinco enxames de abelhas e três incêndios em terrenos baldios
Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Dsdobramentos
Prefeitura divulga resultado preliminar da avaliação psicológica do Concurso da Guarda Municipal