Menu
terça, 02 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Exigência de Habilitação para conduzir cinquentinhas entra em vigor em novembro

07 junho 2016 - 10h05Noticias MS
De acordo com nota publicada na quinta-feira (2) pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) a exigência de habilitação categoria A ou da Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), para guiar as motos de até 50 cilindradas, as populares cinquentinhas, passa a valer a partir de novembro deste ano. Mês que entra em vigor a Lei n° 13.281, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A alegação do Denatran é de que a Lei torna a determinação publicada pelo órgão sem valor e que o prazo correto para a fiscalização é o indicado pela Lei. Lei A lei 13.281 estabelece, entre outros itens, o aumento do valor das multas de trânsito, e altera o artigo 162 do CTB, que proíbe dirigir sem habilitação. O artigo atualmente diz que é infração gravíssima “dirigir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir”. Ele não cita a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), documento que também é aceito para guiar as “cinquentinhas”, a nova lei inclui esse termo na relação. Emplacamento Segundo Portaria N° 004 publicada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) a fiscalização com retenção, remoção ou apreensão dos veículos irregulares  teve início  em 1°  de abril de 2016. O Detran-MS ressalta ainda que os ciclomotores que foram adquiridos antes de 17 de outubro de 2015 serão dispensados do pagamento da multa de Nota Fiscal, conforme determinação da Secretaria de Estado de Fazenda. Os adquiridos depois dessa data e não regularizados serão multados, pois a legislação já estava em vigor. Para realizar o primeiro emplacamento, os proprietários devem procurar um posto de atendimento do Detran-MS  apresentando nota fiscal ou declaração de procedência do veículo, comprovante de residência e documentos pessoais do proprietário, como acontece com os demais veículos. Multa  Rodar com ciclomotor sem placa e documentação também é infração gravíssima, com perda de 7 pontos na carteira, e multa no valor de R$ 191,54, além de apreensão do veículo. Para emplacar é necessário pagar, anualmente, o IPVA, a taxa de licenciamento e o seguro obrigatório (DPVAT). Em caso de dúvidas, os usuários podem entrar em contato com o órgão pelos telefones (67) 3368-0500 ou 154. DETRAN/MS  

Deixe seu Comentário

Leia Também

SERVIDOR PÚBLICO
PL sobre contribuição previdenciária é tratada em encontro na Câmara
FISCALIZAÇÃO
Operação Preavenire cancela eventos e aborda mais de mil pessoas em Corumbá
BOLETIM COVID
MS atinge a marca de 3.330 mortes por coronavírus
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021: Campeão da Série B, Dourados bate Aquidauanense na estreia
POLICIAL
PRF recupera três veículos em caminhão cegonha no MS
POLICIAL
Motociclista sem habilitação desacata policiais e é algemado no Guaicurus
GERAL
Acessos ao Porto Geral fica fechado para evitar aglomerações e brigas
SAÚDE
Corumbá abre hoje vacinação para idosos a partir de 78 anos
POLICIAL
Motorista embriagado bate carro e desacata policiais no Centro
POLICIAL
PM prende homem foragido da justiça por falsa identidade no Centro

Mais Lidas

POLICIAL
Mulher é espancada em Ladário e marido é preso
APÓS DISCUSSÃO
Mulher é empurrada pelo companheiro no viaduto da Treze e fica ferida
POLICIAL
Motorista embriagado bate carro e desacata policiais no Centro
POLICIAL
Jovem com mandado de prisão é preso após violência doméstica