Menu
sábado, 24 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

Ex vereador denuncia farra das diárias em Ladário

17 março 2018 - 13h33Sylma Lima

 

Romildo protocou ação no MP nesta sexta-feira,16. Foto: Sylma Lima

O ex vereador Romildo Ferreira da Silva protocolou ação na 5ª Promotoria de Justiça de Corumbá, nesta sexta-feira, 16 de Março, denunciando abuso do poder com o erário publico. Através do Portal da Transparência o ex vereador conseguiu o resumo dos gastos com diárias dos vereadores e do prefeito e secretários do município ladarense no  ultimo ano (2017 a 2018) e se deparou com mais de meio milho gasto com passagens, cujo montante divididos entre os dois poderes chega a R$ 357 miil gastos pela prefeitura e , R$ 233 mil gasto pelos vereadores em dez meses, cuja justificativa sempre se repete como, “ reuniões, cursos e seminários” .

Romildo computou que a secretária de governo do prefeito ladarense Carlos Ruso, Andressa Paraqueti gastou mais que o próprio chefe do executivo. Somados os gastos Paraqueti usou R$ 34 mil em um ano com passagens. Ruso R$ 33 mil em diárias. O que chamou a atenção foi à publicação da primeira portaria de Carlos Ruso logo que assumiu a gestão. O decreto 3237/2017, publicado em dois de Janeiro do mesmo ano,  estipulou a diária no estado em R$ 800 e fora do estado em R$ 1000, “ o valor anterior era de R$ 400,00 “ , disse Romildo que fez campanha denunciando gastos abusivos com dinheiro público. Ele alega que não é perseguição, “mas uma questão de justiça, uma vez que o município sofre com problemas de infraestrutura, saúde e  educação”.

Em Março de 2017 o prefeito baixou nova portaria reduzindo os valores, através de novo decreto 3313/2017, afixando a diária de R$ 702 com viagens fora do estado e R$ 700,00 no estado. Na somatória dos gastos com passagens o ministério público deve investigar o montante de R$  591.088,77 em doze meses. Inclusive, conforme portal da transparência aponta, os vereadores teriam recebido do chefe do executivo  no período de recesso parlamentar. Na câmara ladarense os campeões das diárias são:  Vereador Fabio Peixoto de Araújo Gomes, Jamil Junior Gomes de Barcelos (1º secretario da mês) e Paulo Rogerio.

Também foi denunciado um contrato firmado as pressas pelo secretario de educação , ex vereador Helder Botelho, no valor de R$ 573.864,00 para uma empresa, cujo CNPJ não consta no ato do contrato divulgado no portal da transparência, para transportar alunos de Ladário até a escola Gabriel Vandoni de Barros (Maria Leite) em Corumbá, pelo período de três meses, sem processo licitatório. O secretario alegou emergência. O Capital do Pantanal falou com o prefeito Carlos Ruso sobre o assunto e ele disse que tudo esta nas mãos do Tribunal de Contas do estado para aprovação das contas e que, ‘  não tem nada a temer’.

O pagamento de diárias no serviço público quando utilizadas dentro das regras estabelecidas não é ilegal, isso é evidente. Mas, o gasto excessivo com diárias pode acarretar prejuízo ao erário publico. Em Ladário, os gastos com diárias acumulados de janeiro a Dezembro de 2017 tem chamado a atenção da opinião pública, pois todos os vereadores usaram do beneficio e até hoje não apresentaram resultados das viagens, como emendas de bancadas que favoreçam o município.

MP tem em mãos farta doumentação para investigar. Foto: Sylma Lima

Deixe seu Comentário

Leia Também

Até 9h de amanhã
Corumbá e mais 23 cidades de MS estão sob alerta de chuvas intensas
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Dados IBGE
Em 12 anos, quase 60 mil pessoas trocaram casa por apartamentos em MS
Nota Oficial
APAE de Campo Grande divulga nota de esclarecimento sobre bolsas coletoras
Pesquisa
UFMS apresenta Plano de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira à Sudeco
Cursos
Academia de Música Manoel Florêncio abre inscrições para 127 vagas
Um menor
Operação resgata 20 trabalhadores sob condições de escravidão em fazenda de limão
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Convênio
Pacientes bolivianos em tratamento oncológico em Corumbá terão 75% de desconto na Andorinha
Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá

Mais Lidas

Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal