Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

"Estado andou de lado, nos últimos quatro anos", afirma Delcídio

31 julho 2018 - 10h17Correio do Estado

O ex-senador de Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral, admitiu que foi derrotado nas eleições ao governo do Estado em 2014 por ter sido soberbo e acreditar que já havia ganho o pleito, além de não analisar detalhadamente o cenário e aceitação do Partido dos Trabalhadores (PT), entre a população. 

As declarações foram feitas durante entrevista concedida à Rádio CBN Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (30). 

"Hoje avalio os erros que cometi e um deles foi ser candidato pelo PT ao governo do Estado. Não é questão de ingratidão, pois, o partido me concedeu a oportunidade de adentrar na política. No entanto, estava nítido o momento de crise e desaprovação popular, principalmente nos estados da região Centro-Oeste", pontua.

Sobre a administração do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o ex-senador é da opinião que não está boa, a começar pelo próprio setor produtivo que demonstra decepção com a condução dos assuntos agropecuários. 

"Sou produtor rural em Corumbá e digo pela minha região, que estamos bastante desapontados com a falta de avanços na região. Além disso, outra área que demonstra claramente os reflexos da crise econômica é do emprego e renda, com situação ainda mais difícil nos municípios do interior", observa o ex-parlamentar.

Entretanto, Delcídio lembra que enquanto estava no senado federal articulou aprovação de pagamento dos precatórios para Mato Grosso do Sul e emendas direcionadas para infraestrutura e logística dos municípios.

"É óbvio que não se pode responsabilizar o governador por todos os problemas, visto que nosso país enfrenta uma crise econômica muito forte. Mas, temos que ter um olhar mais atento para nossos irmãos da Bolívia e Paraguai, que estão superando as dificuldades financeiras e retomando o equilíbrio da economia", conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida