Menu
quarta, 04 de agosto de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Maio
Geral

Senai da Construção inicia cursos gratuitos para soldados do Exército

17 julho 2018 - 08h20Kamilla Marques

Como parte do projeto Soldado Cidadão, uma parceria entre o Senai Nacional e o Ministério da Defesa para garantir a qualificação profissional gratuita a jovens que ingressam na carreira militar, a Escola Senai da Construção iniciou, nesta segunda-feira (16/07), os cursos gratuitos de pedreiro de alvenaria e pedreiro de revestimento para um grupo com 40 soldados do 20º RCB (Regimento de Cavalaria Blindado) e do 3º BAvEx (Batalhão de Aviação do Exército).

Segundo o gerente da Escola Senai da Construção, Roger Benites, esses dois cursos foram alinhados com o CMO (Comando Militar do Oeste). “A expectativa em relação a esses dois cursos é a formação desses jovens para facilitar a inserção deles no mercado de trabalho. Nós acreditamos que a qualificação profissional vai contribuir para a transformação da vida deles”, declarou.

Ele completa que é importante salientar que essa formação profissional vem ao encontro com as necessidades da indústria por mão de obra qualificada. “Esses jovens têm demonstrado grande interesse por atuarem no segmento da indústria da construção civil, iniciando uma carreira promissora. Nesse sentido, o Senai busca fazer o seu trabalho de atender às demandas das empresas”, reforçou.

Para o coronel do Exército José Roberto de Mello Queiroz, do CMO, a parceria com o Senai é importante, não apenas por capacitar os militares que estão desenvolvendo diversas funções no serviço militar, mas para preparar esses jovens para retornar ao mercado de trabalho capacitado e com experiência. “O projeto Soldado Cidadão tem como objetivo oferecer aos jovens incorporados às Forças Armadas oportunidades de formação complementar durante o serviço militar para que, após o período obrigatório, consigam ingressar no mercado de trabalho”, detalhou.

O projeto Soldado Cidadão funciona desde 2004 e abrange todo o território nacional na capacitação dos jovens que estão deixando a farda para retornar à vida civil. Quase 200 mil jovens já foram beneficiados pelo projeto, segundo o Ministério da Defesa, que oferece cursos em conformidade com a demanda do mercado de trabalho regional.

Na avaliação do soldado do Exército Eder Silva Inácio, do 20º RCB, a expectativa é adquirir conhecimentos. “Após encerrar o serviço militar, pretendo correr atrás de mais oportunidades no mercado de trabalho, que hoje em dia está muito competitivo. É a primeira vez que faço curso no Senai e fiquei admirado com a estrutura oferecida aqui. Considero essa profissão muito digna e quero adquirir conhecimentos para, talvez, lá no futuro, trabalhar na área”, disse.

Já o soldado do Exército Felipe Oliveira dos Santos, do 3º BAvEx, revela ter feito há muito tempo o curso de bombeiro hidráulico oferecido pelo Senai. “Minhas expectativas são aprender mais sobre revestimento, me aprimorar, para futuramente usar em minha casa ou como uma forma de renda. O Senai é uma excelente instituição de ensino e os profissionais são altamente qualificados. A gente sai daqui com uma boa formação, realmente entendendo o assunto”, garantiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vereador
Luciano Costa solicita psicólogos e assistentes sociais nas escolas municipais
Campanha
Dia 13 tem sessão solene em homenagem ao Agosto Lilás na Câmara
Respeito
Vereador propõe instituir Dia em Memória das Vítimas da Covid-19
Geral
MS supera meta na campanha de vacinação contra febre aftosa
Último dia
Contribuintes têm até hoje para aderir ao REFIS; CAC funciona até às 13h30
Oportunidade
Inscrições para graduação do IFMS terminam nesta terça (3)
Retomada MS
Edital de R$ 5,3 milhões é publicado em apoio a Cultura de MS
Destaque
PL prevê criação de 'parklets' para ampliar oferta de espaços públicos na cidade
Doença
Primeiro caso de Fungo Negro em MS é confirmado na Capital
Emergência
Criança indígena é resgatada em aeronave na região do Porto Índio

Mais Lidas

Acidente
Motociclista sofre fratura na perna após colidir com carro
Doença
Primeiro caso de Fungo Negro em MS é confirmado na Capital
Boletim
54 cidades de MS têm taxa de letalidade da Covid abaixo do índice nacional
Vereador
Luciano Costa solicita psicólogos e assistentes sociais nas escolas municipais