Menu
sábado, 02 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Sesi de Maracaju e Sicredi vão levar ensino de robótica a escola pública

13 agosto 2018 - 09h50Kamilla Marques

Depois de formalizar parceria com o Sicredi Pantanal e a Prefeitura Municipal, a Escola do Sesi de Maracaju apresentou, na noite de sexta-feira (11/08), o projeto de robótica que será implantado pela instituição de ensino a pais e alunos da Escola Municipal Professora Irma Lima de Matos.

A associação entre as instituições resultou no projeto “Robocoop”, que garantirá que 30 crianças, de 6 a 8 anos de idade, estudantes da escola municipal, tenham acesso gratuito a aulas de Robótica pelo período de dois anos, o equivalente ao tempo de duração do Programa Genius, adotado pela rede de escolas do Sesi em Mato Grosso do Sul para ensinar robótica aos alunos.

Ao todo, serão duas turmas, de 15 alunos em cada, com encontros realizados uma vez por semana, na sala de robótica do Sesi. Durante a apresentação para os pais, que foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores, a diretora da Escola do Sesi de Maracaju, Jaqueline Santana, apontou os inúmeros benefícios que o estudo da robótica traz para crianças. “Estimula o raciocínio lógico, em casa, ajuda a criança a ser mais organizada, na sala de aula, facilita a assimilação de conteúdo, além de estimular a criatividade e o senso de trabalho em equipe”, elencou.

O Genius, especificamente, é voltado para crianças de 6 a 8 anos e as leva a se envolverem com o mundo da ciência e da tecnologia, por meio de princípios básicos da robótica, preparando-as para pensar de forma inovadora.

O presidente do Sicredi Pantanal, Emerson Perosa, afirmou que o Programa Genius chamou tanto a atenção da cooperativa que novas turmas de alunos serão iniciadas a cada 12 meses, e a parceria com o Sesi, inclusive, pode ser estendida as outras escolas e municípios. “O modele cooperativo da nossa instituição nos leva ao papel de desenvolver as regiões onde atuamos e vimos no projeto de robótica do Sesi um caminho para alcançar este objetivo. A educação é a base para a evolução da sociedade e estamos certos de que esta é uma parceria que renderá bons frutos”, disse.

O prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja, afirmou que o município contribuiu com o projeto ao disponibilizar um micro-ônibus para fazer o transporte dos alunos, em sua maioria moradores do Bairro BNH, até a Escola do Sesi. “Acreditamos que este será um projeto que vai trazer grandes benefícios para a nossa cidade, por isso apostamos nele”, afirmou.

A diretora da Escola Municipal Professora Irma Lima de Matos, Marilene Coutinho Petini, acrescentou que toda a equipe pedagógica da instituição está empolgada com o projeto. “Quando fomos apresentados aos benefícios da robótica, ficamos entusiasmados com as mudanças que podem trazer aos nossos alunos”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Devido a obra
Travessia de caminhões cegonha na ponte do rio Paraguai ocorre com horários programados
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados