Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Entidades entregam mais 4 mil assinaturas para Campanha 10 Medidas Contra Corrupção

18 março 2016 - 19h20Assessoria
Campanha nacional já recolheu mais de 1,7 milhão de assinaturas Diversas entidades compareceram hoje à sede do Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul (MPF/MS), em Campo Grande, para entregar mais de 4 mil assinaturas para a Campanha 10 Medidas Contra a Corrupção. Estiveram presentes representantes de igrejas, sindicatos e Federação de Comércio, Serviço Nacional do Comércio (Senac/MS) e Associação Jovens Empreendedores. Eles foram recebidos pelos procuradores da República Damaris Baggio e Sílvio Pettengil, que informaram que a meta inicial da campanha, de coletar 1,5 milhão de assinaturas para apoiar projetos de lei de combate à corrupção, foi atingida. As assinaturas, coletadas em todo o país, serão entregues em evento programado para 29 de março em Brasília. Está prevista uma “caminhada cívica” da sede da Procuradoria Geral da República até o Congresso Nacional, onde os projetos e assinaturas serão entregues. “Entregar as assinaturas não significa que a campanha irá parar. A 2ª fase implica a busca do apoio político para a aprovação das medidas de combate à corrupção. A campanha é apartidária e desvinculada de movimentos políticos, mas esta fase deve se concentrar na classe política.”, esclareceu Damaris Baggio. Esta fase vai usar a hashtag #euexijo, como forma de pressionar pela transformação das medidas em lei. “O MPF é o depositário da confiança da população e é uma satisfação ver o empenho das entidades em uma causa tão cara à instituição”. Já Sílvio Pettengil afirmou que “esse momento que o país atravessa com a Operação Lava Jato é comparável ao que aconteceu na Itália com a Operação Mãos Limpas. Temos que criar arranjos legais que impeçam a retaliação contra os investigadores e o retrocesso jurídico-político que houve na Itália à época. O objetivo desta campanha 10 Medidas é combater as brechas legais que garantem a impunidade para crimes de corrupção”. Jordana Duenha, do Senac/MS, afirmou estar “feliz por existir esta instituição que nos dá esperanças de solução desta crise a médio e longo prazo. Esta campanha é um exemplo para nossos jovens”. Já o pastor Nivaldo Coelho enfatizou que “a falta de credibilidade das instituições talvez seja a pior consequência desta crise. Mas esta atitude do MPF vai ao encontro dos anseios das pessoas que ainda acreditam no bem."  Campanha O projeto “10 Medidas contra a Corrupção” concentra propostas do Ministério Público Federal para alterar a legislação brasileira e aprimorar o combate a casos de corrupção no país. O objetivo do projeto é coletar assinaturas de cidadãos e cartas de apoio de instituições para que essas propostas sejam apresentadas como projetos de lei de iniciativa popular        

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
UEMS abre inscrições para a seleção de professor temporário para curso de Medicina
BOLETIM COVID
Após um ano da pandemia no Brasil, MS ultrapassa 180 mil casos
GERAL
Vale anuncia doação de 50 milhões de seringas para combate à Covid-19
Ação faz parte de novo pacote de ajuda humanitária ao país, que prevê ainda doação de oxigênio e EPIs
ESPORTE
Governo assina convênio de apoio aos clubes para a disputa do Estadual
SAÚDE
Após suspensão, voo comercial traz brasileiros que vivem em Portugal
POLICIAL
Homem é preso no Centro de Corumbá por ameaçar mulher com uma foice
SAÚDE
Sábado e Domingo haverá drive para vacinar idosos acima de 80 anos contra a Covid-19
CIDADE
Projeto sobre identificação de ruas e sinalização de trânsito pode se tornar lei na cidade
Geral
Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano
POLICIAL
PRF recupera dois veículos em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso no Centro de Corumbá por ameaçar mulher com uma foice
EDUCAÇÃO
Governo de MS decide pela retomada das atividades da REE de forma remota
POLICIAL
PM de Corumbá prende dupla por furto em praça pública no Nova Corumbá
GERAL
Governo prorroga toque de recolher e restrições seguem até 12 de março