Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Energisa estabelece metas de sustentabilidade até 2050

20 julho 2022 - 08h07Assessoria

Um ano de trabalho. Este foi o tempo que a Energisa levou para desenhar os compromissos e metas de desenvolvimento sustentável que acaba de apresentar ao mercado e a seus colaboradores. Muitas das ações já estão em andamento, como o projeto de descarbonização, com a desativação de 20 termoelétricas até 2025, mas o período mais longo do que a prática usual da empresa para maturação das metas foi necessário para garantir que a sustentabilidade fosse reconhecida de fato como um eixo central do negócio, discutido com diversas áreas do Grupo, incluindo o Conselho de Administração. 

Para marcar a validação dos compromissos e dar aos colaboradores a dimensão correta da relevância do assunto, a Energisa convidou um aliado de peso da causa do desenvolvimento sustentável: o professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Sérgio Besserman. Ele participou de um fórum interno sobre “O papel das empresas na construção da sustentabilidade e da economia de baixo carbono”. O evento online contou com a participação da Vice-Presidente de Gente, Gestão e Sustentabilidade da Energisa, Daniele Salomão; da diretora de gestão e sustentabilidade, Tatiana Feliciano; da Coordenadora de Gestão da Sustentabilidade da empresa, Michele de Almeida; da Coordenadora de Investimento Social, Delânia Cavalcante. Teve ainda participação relevante das lideranças da empresa em um debate. Nos próximos 30 anos, vamos fazer escolhas mais importantes do que em todo o século XX" – enfatizou Besserman. 

Coube ao time da Energisa apresentar os 5 compromissos ESG e suas respectivas metas, agora validadas pelo Conselho de Administração da Empresa. A Vice-Presidente explicou que os compromissos ESG da Energisa foram pautados pelos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Segundo ela, a discussão fez parte do Planejamento Estratégico da empresa. 

"As metas são até 2050. Por isso, não poderiam ser um compromisso somente da gestão atual da Energisa, mas um compromisso do Conselho. Houve todo o apoio do CEO e do diretor de estratégia, Lucas Pinz, inserindo esta etapa de definição ao processo de Planejamento Estratégico da empresa" – afirmou Daniele. 

As metas são futuras, mas a Energisa já realiza diversos projetos na direção de seu cumprimento. Em resposta a um colaborador, Tatiana Feliciano, diretora de gestão e sustentabilidade, detalhou algumas iniciativas: 

No pilar ambiental, podemos citar o projeto que está reflorestando uma área de 3 hectares, na aldeia indígena Nova Esperança, no Acre. Foram plantadas mais de 5 mil mudas de arvores nativas e frutíferas, além da construção de um viveiro e um banco de sementes que permitirá a continuidade da ação pelos próprios indígenas. Além disso, foram realizadas atividades de capacitação em práticas agroflorestais e em arborismo para conseguirem selecionar as melhores sementes. Uma iniciativa que pode ser potencializada pelo Fundo Floresta Viva, que a Energisa aderiu e sinaliza para outros projetos semelhantes no futuro. 

Na mensagem final do evento, Sérgio Besserman reforçou a singularidade do momento que a humanidade vive: 

Trata-se do fim da civilização (movida a combustível) fóssil, e o nascimento de outro mundo sustentável. A Energisa está na fronteira desta mudança!" – disse, referindo-se aos projetos citados pelos participantes do fórum. 

Confira a seguir um resumo dos 5 grandes objetivos e algumas das metas de sustentabilidade da Energisa:   

Viabilizar a inserção de fontes renováveis no Brasil com sustentabilidade, segurança energética e confiabilidade na matriz.   

Metas: 

  • Até 2026, ter energia limpa e acessível a mais de 5 mil unidades consumidoras em áreas remotas da concessão; 
  • Promover o descomissionamento de 171 MW por meio da desativação de usinas termelétricas, permitindo ampliar intercâmbio energético entre regiões e garantindo segurança energética; 
  • Alcançar 1,7 GW de potência instalada em energia renovável. 

1. Ajudar nossos clientes na transição energética ofertando soluções alinhadas aos 4 Ds ­– Descarbonização, Digitalização, Descentralização e Diversificação   

Meta: 

  • A partir de 2026, ofertar produtos e soluções para a transição energética contribuindo para a emissão evitada de pelo menos 510 mil toneladas de CO2 ao ano dos nossos clientes, o equivalente ao plantio de 3,6 milhões de árvores todo ano.   

2. Mitigar impactos do negócio da Energisa com olhar sistêmico para a cadeia produtiva, uso consciente de energia, água, resíduos e redução de emissões.   

Meta: 

  • Alcançar a neutralidade nas emissões de carbono até 2050   

3. Promover maior igualdade de oportunidades à democratização do conhecimento em educação empreendedora e do fomento de ações para geração de renda nas nossas concessões.   

Meta: 

  • Até 2026, ser percebida como empresa inclusiva por nossos colaboradores; e, promover a empregabilidade de cerca de 70% do público capacitado em nossos programas de formação continuada nas comunidades.   

4. Aproximar-se da sociedade, por meio de ações culturais e das manifestações dos valores regionais, em áreas que a empresa atua.   

Meta: 

  • Incentivar a produção cultural e a preservação da memória nas nossas concessões, impulsionando a economia criativa e também mobilizando projetos e parcerias para contribuir para o desenvolvimento sustentável dos nossos biomas mais frágeis. 

 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Começou em 3 abril
Servidores do IFMS aceitam propostas do Governo Federal para pôr fim à greve
O resultado da votação ainda não significa o fim da greve. A decisão será definida na plenária nacional do sindicato, nesta sexta-feira e sábado, 21 e 22 de junho
Urgente
Senador Nelsinho Trad mobiliza Senado Federal para ajudar o Pantanal contra incêndios
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Educação
IFMS prevê investimento de R$ 1 milhão em tecnologia da informação
Patrimônio Cultural
Prefeitura entrega certificação de agente cultural para 98 festeiros de São João
Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Destaque
Atleta, empresário e servidor público são homenageados pela Câmara de Corumbá
Evento
Corumbá recebe etapa Pantanal do Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Ações Climáticas
Destaque
Corumbá debate o Paradesporto em Festival da Inclusão na Apae
No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região próxima da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal