Menu
quinta, 23 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Encontro entre João Amorim e João Rocha reacende especulações sobre um novo golpe

15 fevereiro 2016 - 19h17Sylma Lima
Com a volta do prefeito Alcides Bernal à prefeitura de Campo Grande, reconduzido por meio de uma decisão do Tribunal de Justiça, a administração da capital voltou a ter dias melhores. Apesar da grande crise em que se encontrava o município, o jeito austero de administrar de Alcides Bernal deu resultados e em cinco meses as finanças da capital foram colocadas em ordem, com pagamento em dia e integral dos servidores, inauguração de obras que se encontravam paradas e a retomada do desenvolvimento.Mas quem imaginava que Bernal teria dias de tranquilidade à frente da prefeitura se enganou, pois as movimentações para retirá-lo novamente do mandato continuaram a pleno vapor, sendo capitaneadas pelo já bem conhecido da Polícia Federal e Gaeco, João Amorim. Amorim deu sinais de que não iria aceitar facilmente a situação ao encontrar com Bernal na rua, quando o prefeito fazia vistoria do serviço de tapa buracos. Na ocasião, Amorim ameaçou veladamente o prefeito de Campo Grande dizendo “isso vai acabar muito mal”. O encontro foi registrado e amplamente divulgado pela imprensa da Capital. Com a administração Bernal fluindo e se fortalecendo, as conversas de bastidores dando conta de que um novo golpe iria acontecer intensificaram, apesar de publicamente os nomes citados negarem veementemente. No dia da abertura do ano legislativo, o prefeito Alcides Bernal foi à câmara participar da sessão e apresentar o balanço de 2015 e o planejamento de 2016. Ao discursar, Bernal foi ovacionado pelo público presente e em seu discurso fez questão de frisar a necessidade de paz e harmonia entre os poderes para que a cidade supere seus problemas. Neste mesmo dia, após a sessão da Câmara, João Amorim foi flagrado por um popular saindo escondido da casa do presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), que fica na vila Carvalho. A foto da visita de Amorim a João Rocha circulou pelas redes sociais e levantou muitos questionamentos sobre um novo golpe que pode estar em curso. João Souza fez o seguinte comentário numa das postagens no facebook: “Cuidado prefeito, vem novo golpe por aí”. Já Silvia dos Santos questionou “o que o principal nome da lama asfáltica está fazendo na casa do presidente da Câmara? Coisa boa é que não é!”. Curiosamente, após esta visita, muitos boatos começaram a circular dizendo que o prefeito Alcides Bernal iria cair novamente, por meio de outra decisão do Tribunal de Justiça, e que o vereador João Rocha iria assumir a administração municipal. Esta nova onda de boatos tem criado um temor na população, que viu a cidade se recuperar com a volta e Alcides Bernal e agora corre o risco de ver novamente a “turma da lama” de volta à prefeitura de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fiscalização
Ação conjunta apreende 4 toneladas de mercadorias em Corumbá
Esporte
Com trinta equipes, 1ª Copinha do Futuro de Futsal tem primeiro jogo nesta quarta-feira
Oportunidade
IHP abre vagas para jovens aprendizes com idades entre 16 e 20 anos
Afroturismo
Corumbá participa pelo segundo ano consecutivo do projeto Caminhadas Negras
Meio Ambiente
Show com Seu Jorge e Daniel Jobim vai arrecadar recursos para o Pantanal
Economia
Começa amanhã consulta a maior lote de restituição do IR da história
Economia
Quase 50 mil pessoas buscam negociar dívidas em MS
Saúde
Projeto que institui vacinação nas escolas vai à sanção presidencial
Na Zona Rural
Vereador quer equipes da Assistência Social, atendendo assentamentos de Corumbá
Segurança
Táxis de Corumbá tem até 21 de junho para implantar QR Code de identificação

Mais Lidas

Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Na Câmara
Projeto de Lei Municipal torna laudos de TEA permanentes
Segurança
Denúncia de moradora recupera moto furtada no bairro Vila Mamona
Gaeco
Operação apura desvio de R$ 6 milhões e 1.200 saques para driblar fiscalização no Futebol