Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Em uma semana, três mortes são confirmadas e vítimas da gripe chegam a 10 em MS

17 maio 2018 - 10h54Midiamax

Em uma semana, três mortes em decorrência de gripe foram confirmadas em MS. Com isso, o número de óbitos passou para dez, sendo cinco em Campo Grande. Os dados são do boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde), divulgados nesta quinta-feira (17).

Os números foram apurados até o dia 16 deste mês. São nove mortes por Influenza A (1 por H1N1; 6 por influenza A/H3 sazonal, 2 por influenza A – não subtipado -) e uma morte por influenza B.

Em Campo Grande foram registradas cinco mortes até o dia 16: quatro por influenza A/H3 sazonal e uma por influenza B.

Os outros municípios que registram óbitos foram: Nioaque, Aquidauana, Naviraí, Chapadão do Sul e Três Lagoas. Uma morte que estava em investigação em Eldorado foi descartada.

O número de mortes neste ano já supera o total registrado em 2017, quando seis pessoas morreram. Em 2016, foram 103 mortes no total.

Gripe

A influenza ou gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, ocasionada pelo vírus influenza, com elevado potencial de transmissão. Inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca.

Em geral, tem evolução por período limitado, em geral de um a quatro dias, mas pode se apresentar forma grave. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta a vacina que protege contra os tipos A,B,C do vírus.

Sintomas

Clinicamente, a doença inicia-se com febre, em geral acima de 38°C, seguida de dor muscular e de garganta, prostração, cefaleia e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de 3 dias. Os sintomas sistêmicos são muito intensos nos primeiros dias da doença.

Com a sua progressão, os sintomas respiratórios tornam-se mais evidentes e mantêm-se em geral por 3 a 4 dias, após o desaparecimento da febre.

Adulto – O quadro clínico em adultos sadios pode variar de intensidade

Criança – A temperatura pode atingir níveis mais altos, sendo comum o achado de aumento dos linfonodos cervicais e também podem fazer parte os quadros de bronquite ou bronquiolite, além de sintomas gastrointestinais

Idoso – quase sempre se apresentam febris, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19