Menu
domingo, 03 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Em troca de mistura, pai deixava filha ser estuprada por "irmãos de igreja

09 maio 2018 - 14h23Correio do Estado

A Polícia Militar resgatou uma menina de 11 anos que era estuprada em residência no Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande, na tarde de ontem. O pai, de 40 anos, entregou a filha a dois "irmãos de igreja", de 56 e 58 anos, em troca de R$ 200 para comprar mistura. De acordo com a Polícia Civil, esta não seria a primeira vez. Inconformados, moradores ameaçaram matar um dos autores e tentaram linchá-lo, mas a PM conseguiu impedir. Três homens foram presos em flagrante pela Polícia Militar, na Capital

Segundo apurado, vizinhos desconfiaram de movimentação suspeita em um dos imóveis da região, e acionaram a polícia informando que havia uma menina e dois homens no local. Quando os militares chegaram, ouviram os gritos da criança pedindo socorro. Um dos PMs pulou o muro e arrombou a porta, oportunidade em que flagrou a vítima sendo violentada pelo morador. O homem, de 58 anos, vestia apenas calça jeans e estava com o zíper aberto.

Ao notar a presença da polícia, a criança correu assutada na direção da viatura e relatou os abusos. Neste momento, moradores revoltados com os fatos, começaram a jogar pedras na direção da casa e tentaram linchar o autor. Os policiais precisam efetuar disparos de advertência e chamaram reforço de outras equipes, já cada vez mais pessoas enfurecidas tentavam invadir a residência. Havia pelo menos 70 moradores no local conforme a PM.

Quando as demais viaturas chegaram, a população foi contida e uma policial entrevistou novamente a menina, que relatou os fatos com mais detalhes. O homem confessou que praticava os atos juntamente com um amigo, de 56 anos, que havia ido embora momentos antes da chegada dos policiais. Ele forneceu endereço do outro envolvido e informou que o pai da menina, de 40 anos, também estavam envolvido e seria responsável por agenciar os encontros.

Os três foram encaminhados ao plantão da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), já que a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) não teve expediente, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Na delegacia, o pai confessou que havia recebido R$ 200 para deixar a filha no local. Além disso, assumiu ter enviado a menina outras vezes, mas que anteriormente nunca recebeu vantagens financeiras. Ele e os dois estupradores estão presos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados
Devido a obra
Travessia de caminhões cegonha na ponte do rio Paraguai ocorre com horários programados