Menu
quinta, 28 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Em sete dias, 49 municípios do Estado não registraram mortes por covid

18 agosto 2021 - 08h33Portal do Governo de MS

Em uma semana 49 municípios do Estado não registram mortes devido a Covid-19. A queda dos números de casos e óbitos começou a partir do mês de julho e está menor em agosto. Os especialistas apontam o aumento da vacinação como principal fator deste cenário. 

O levantamento foi feito de 10 a 17 de agosto, seguindo os dados dos boletins divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Isto significa que 62% das cidades do Estado não tiveram mortes em função da doença nos últimos sete dias. 

Entram neste grupo as cidades de Antônio João, Aral Moreira, Alcinópolis, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Amambai, Angélica, Bandeirantes, Bela Vista, Batayporã, Bonito, Caracol, Camapuã, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Eldorado, Fátima do Sul, Figueirão, Glória de Dourados e Iguatemi. 

Além de Itaquiraí, Inocência, Japorã, Jateí, Jaraguari, Juti, Ladário, Laguna Carapã, Miranda, Naviraí, Nova Andradina, Nioaque, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Paranaíba, Paranhos, Porto Murtinho, Rio Verde, Rio Brilhante, Rochedo, Rio Negro, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas, Sidrolândia, Selvíria, Tacuru e Taquarussu. 

Para médica infectologista, Andyane Tetila, este cenário de queda no número de óbitos é devido o avanço da imunização. “Estamos observando maior mobilidade das pessoas, portanto o único motivo para diminuição dos casos e mortes é a vacinação”, descreveu. 

Vacinação em MS 

De acordo com o “Vacinômetro”, já foram aplicadas 2.695.936 doses no Estado, sendo que 66,41% da população já recebeu a primeira dose e dose única. Este percentual chega a 88,30% quando se leva em conta a população adulta, acima dos 18 anos. Já com imunização completa chega a 37,83%. 

Mato Grosso do Sul inclusive segue como referência nacional, já que está entre os primeiros colocados do ranking entre os estados tanto na primeira como na segunda dose. Um dos fatores é a logística eficiente, já que as vacinas são distribuídas em menos de 12 horas aos 79 municípios. 

Com este cenário positivo, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, que é o presidente do Comitê Gestor do Prosseguir, anunciou que o toque de recolher nos estabelecimentos comerciais está suspenso a partir do dia 23 de agosto. 

“Dois pontos foram decisivos, o primeiro é a diminuição na ocupação de leitos, resultado de todo esforço do Governo, e o segundo fator foi o avanço da cobertura vacinal”, explicou Riedel. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sexta e Sábado
Bairros Cervejaria e Guatós recebem mutirão da dengue
Consumidor
Carne bovina deve ficar mais barata com suspensão das exportações para a China
Alerta
Aneel inicia processo para reajuste e Energisa pode cobrar R$ 463 milhões de consumidores em MS
Apoio
Bia Cavassa destina R$ 150 mil para projeto direcionado a população LGBTQIA+ de MS
Ronda Policial
Evadido é capturado com trouxinhas de pasta base no bairro Aeroporto
Últimos dias de Pesca Aberta
Operação Dia de Finados da PMA intensifica fiscalização à pesca predatória
Bombeiros
Queda de árvore danifica muro e telhado de casa no bairro Universitário
Segurança
Vereador busca informações sobre condições atuais do Arthur Marinho
Reconhecimento
Câmara de Corumbá homenageia servidores públicos pelo seu dia
Operação Hefesto
Novos focos de incêndio são identificados em pelo menos três regiões

Mais Lidas

Qualificação
Senac Corumbá abre inscrições para cursos nas áreas da informática, saúde e beleza
Apelo Popular
MPT-MS vai investigar assédio moral de gerente que humilha funcionário em Carrefour da Capital
Inicio do Defeso
Última semana para pesca nos rios de Mato Grosso do Sul
Formalização
Corumbá lança campanha de incentivo ao cadastro de profissionais do setor de turismo