Menu
domingo, 03 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Em MS, caminhoneiros ignoram acordo com Temer e cobram de Reinaldo redução de ICMS

29 maio 2018 - 08h24Midiamax

Ainda em greve. Centenas de caminhoneiros permanecem paralisados em diversos pontos de Mato Grosso do Sul e afirmam que não reconhecem o acordo anunciado pelo governo do presidente Michel Temer (MDB) com algumas entidades que representam a categoria.

A reportagem do Jornal Midiamax esteve na manhã desta segunda-feira (28) em ponto de concentração dos caminhões, na BR-262, e um grupo de caminhoneiros ouvidos afirmou que não se sente alcançado com os pontos do acordo firmado na noite deste domingo (27).

O principal pedido dos caminhoneiros que aderiram à greve em Mato Grosso do Sul é a redução do ICMS sobre o óleo diesel, por parte do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), de 17% para 12%. Segundo eles, a ‘desmobilização’ só acontecerá se forem atendidos pela gestão tucana.

 “A gente não imaginava que teria tanto apoio, e vamos continuar”, prometeu o caminhoneiro Renan Ferrari, que está parado desde o último dia 20 de maio.

A categoria alega que a proposta apresentada pelo governo federal não resultará em benefícios, que amarga perdas desde 2017.

Pautas e doações

Com diversas faixas com pedidos de intervenção militar, voto impresso e redução de impostos, os caminhoneiros destacam que querem a diminuição da alíquota do ICMS, e afirma que como houve muita adesão à greve, diversos grupos, alguns com ligações partidárias, aproveitam o espaço e o momento para apresentarem suas manifestações.

Os caminhoneiros visitados pela reportagem estão recebendo um grande volume de doações de alimentos, e estão inclusive distribuindo para outros pontos de paralisação. Uma cozinha comunitária chegou a ser montada no local, e não há previsão para o fim da greve.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados
Devido a obra
Travessia de caminhões cegonha na ponte do rio Paraguai ocorre com horários programados