Menu
sexta, 14 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Em meio a protestos, Petrobras decide reduzir preço dos combustíveis

22 maio 2018 - 10h36Campo Grande News

A partir desta quarta-feira (23), os valores do diesel e da gasolina ficarão mais baratos nas refinarias. A redução foi anunciada pela Petrobras nesta terça-feira (22) e divulgada pelo Valor Econômico. Desde ontem, os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia, e de Minas Energia, Moreira Franco, debatiam o assunto com o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

As constantes altas nos combustíveis motivaram caminhoneiros a bloquearem o tráfego de veículos de carga em vários trechos de rodovias nesta terça-feira (22), em Mato Grosso do Sul e em todo o poaís. As manifestações começaram ontem, com interdições de pelo menos 7 trechos no Estado.

O preço do diesel “A” nas refinarias passará de R$ 1,8835 por litro hoje para R$ 1,8578 amanhã - queda de 1,36%. Já o preço da gasolina “A” nas refinarias passará de R$ 1,6783 para R$ 1,6581 no mesmo período - queda de 1,20%.

Na segunda-feira (2), a companhia reduziu em 0,26% o preço do diesel e manteve inalterado o preço da gasolina.

A política de preços adotada a partir de julho do ano passado pela Petrobras para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras se baseia no preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos mais os custos que os importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo, esclareceu a empresa.

Segundo ela, “a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”. O preço considera ainda uma margem que cobre eventuais riscos, como volatilidade do câmbio e dos preços.

Capital - Apesar dos reajustes impostos pela Petrobras durante a semana, Campo Grande tem uma das gasolinas mais baratas entre as capitais. Conforme pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível), o preço médio desse produto na cidade é o quinto menor do país, calculado em R$ 4,05.

Nesse estudo, técnicos do órgão percorreram 88 postos em Mato Grosso do Sul entre os dias 13 e 19 de maio anotando os valores. O município perde apenas para São Paulo (R$ 4,04), Cuiabá (4,036), Florianópolis (R$ 3,937) e São Luiz (R$ 3,774). Os combustíveis mais caros estão em Rio Branco (R$ 4,86), Rio de Janeiro (R$ 4,75), Fortaleza (R$ 4,58), Salvador (R$ 4,46) e Palmas (R$ 5,45).

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Marinha do Brasil resgata jovem que caiu do cavalo na Fazenda São Francisco
CULTURA
Prefeitura abre edital para festeiros de São João registrarem suas trajetórias
MEIO AMBIENTE
IHP realiza plantio e manutenção de mudas na nascente do Rio Miranda
GERAL
Para prevenção aos focos de incêndio no Pantanal, IHP e Sindicato Rural alinham atuação
EDUCAÇÃO
Uniderp abre seleção para mestrado e doutorado em Odontologia
Candidatos podem escolher entre duas áreas de concentração
SEGURANÇA PÚBLICA
Vereadora reivindica aumento do efetivo de policiais civis e militares na região
ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA
Município reforça enfrentamentos às violações de direitos de crianças e adolescentes
GERAL
Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial

Mais Lidas

POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
POLICIAL
PM apreende droga, plantas de maconha e prende autor de tráfico
POLICIAL
PM evita suicídio de homem, e o prende após violência doméstica
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos