Menu
segunda, 24 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Em crise, MS continua com remédios em falta e sem previsão para repor estoque

10 outubro 2022 - 08h46Midiamax

Depois de enfrentar crise de abastecimento durante a pandemia,  segue a enfrentar escassez de alguns medicamentos, que estão em falta há meses tanto na rede pública, quanto na rede privada. Na lista, há remédios até para tratamento da Doença de Parkinson. 

Marianne Marks, do CRF/MS (Conselho Regional de  de Mato Grosso do Sul), lista como exemplos de medicações que estão em falta os antibióticos Amoxicilina suspensão, Amoxicilina 500mg, Amoxicilina 875mg, Amoxicilina + clavulanato e o dicloridrato de pramipexol, usado para a doença de Parkinson. “Esse de Parkinson tem fabricante único e já não é vendido há uns quatro meses, sem previsão para que a produção volte”, explica. 

Transporte bloqueado na China impacta abastecimento

A farmacêutica afirma que o desabastecimento é resultado de recente bloqueio no serviço de transporte marinho feito através dos portos da China. Por conta do aumento de casos da covid-19 no País, o governo determinou lockdown, provocando congestionamento nos portos e atrasos nas importações, inclusive das moléculas utilizadas pela indústria farmacêutica. 

“Entre abril e junho enfrentamos uma situação bem difícil. Por ser época de inverno, aumentou a procura de antigripais, anti-inflamatórios e soro fisiológico e esses medicamentos estavam em falta na indústria. Agora, o fornecimento de muitos foi retomado, mas ainda temos itens em falta”, finaliza Marianne.

Em maio deste ano, medicamentos como Ibuprofeno, Nimesulida, Amoxicilina e Dipirona estavam em baixa em Mato Grosso do Sul havia mais de um mês. Na época, pelo menos 94% dos municípios estavam com algum remédio faltando e dependendo de auxílio e doações.

Diante do cenário, o Cosems-MS (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul) emitiu nota alertando sobre a falta de medicamentos

Conforme o Conselho, 72 municípios manifestaram interesse em adquirir Amoxilina e 68 em Cefalexina — medicamento usado no tratamento de bactérias. De acordo com a instituição, na época, a falta de matéria-prima na indústria já era justificativa das empresas revendedoras. 

No fim de junho, o Cosems-MS conseguiu doação de 45.759 frascos de Amoxicilina suspensão 250mg e 24.100 frascos de Cefalexina, que foram distribuídos aos municípios.

Os frascos de Cefalexina suspensão atenderam ao pedido de 68 municípios. Devido à quantidade, Campo Grande, Anastácio, Sidrolândia e Terenos receberam a doação diretamente da Furp (Fundação para o Remédio Popular).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Brigadistas atuam na divisa com a Bolívia para fogo não chegar à Serra do Amolar
Reforço
Mais três aeronaves chegam neste sábado para fortalecer combate à incêndios no Pantanal
Público-alvo
Com doses próximas do vencimento, Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue
18 km de distância
Bombeiros monitoram incêndio na divisa com Mato Grosso
Destaque
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul renova selo de Hospital Amigo da Criança
2ª noite
Concurso de Quadrilhas Juninas é atração deste sábado no Banho de São João
Tradição
Concurso premia 10 andores na primeira noite do Arraial do Banho de São João
Em Aquidauana
Pantanal Tech MS promove painéis empresariais sobre mercado da carne e nutrição animal
Trabalho que emociona
"Bombeiros são anjos", diz idoso resgatado das chamas na região do Bracinho
Tempo
Com previsão de tempo quente e seco, sábado tem sol e variação de nebulosidade em MS
Corumbá deve atingir a máxima de 34°C

Mais Lidas

2ª noite
Concurso de Quadrilhas Juninas é atração deste sábado no Banho de São João
Trabalho que emociona
"Bombeiros são anjos", diz idoso resgatado das chamas na região do Bracinho
Tradição
Concurso premia 10 andores na primeira noite do Arraial do Banho de São João
Reforço
Mais três aeronaves chegam neste sábado para fortalecer combate à incêndios no Pantanal