Menu
sábado, 24 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

Em Corumbá juiz Odilon faz carreata e quer ganhar voto de indecisos

23 outubro 2018 - 11h03Sylma Lima
Do Aeroporto Odilon seguiu para uma carreata. Foto: Victor Viegas

Reta final de campanha e o voto do interior do estado pode fazer a diferença. Nesta corrida desenfreada pelo governo de Mato Grosso do Sul, onde os números recentes apontam diferença mínima entre os dois candidatos, o considerado empate  técnico , tudo pode acontecer. O que falta para o eleitor se decidir, é exatamente, o que pouco se mostrou nos debates transmitidos pelos grandes sites do estado, onde a discussão gerou polemicas sobre acusações de ambas as partes. Neste momento o povo quer propostas e projetos como saúde de qualidade, educação e segurança, todos previstos na Constituição Federal, mas pouco falado durante este segundo turno.

Em Corumbá nesta manhã de terça-feira,23, o juiz Odilon de Oliveira, PDT, foi surpreendido por um multidão esperando no aeroporto, ao contrário do que aconteceu nas outras vindas à estas terras pantaneiras. O que fez a mudança no comportamento do eleitorado, talvez seja a aproximação do pleito e, os que ainda estavam indecisos, aos poucos, mostram a cara, afinal, não da para ficar em ‘cima do muro’.

O juiz se surpreendeu com a quantidade de pessoas querendo tirar selfies ,ou pedindo pelo menos um abraço, durante a coletiva no aeroporto internacional da cidade. A tônica da entrevista foi o combate à corrupção em todas as esferas e, mais investimento em segurança pública, além da valorização do servidor publico. Questionado sobre um problema que ‘assombra’ o corumbaense, que é a ‘lenda’ do novo hospital, ou aparelhamento do que ai esta, ele foi categórico, “ dinheiro tem, se não roubar. Da para fazer” . Quanto a questão da fidelidade partidária, com relação a chapa majoritária, que apoia Haddad, ele disse que havia um entendimento da sigla, “que em outros estados quem fosse para o segundo turno estaria livre decidir quem apoiar”. Com relação às pesquisas de intenções de votos ele , novamente, disse que só acredita após a apuração, mas garantiu que, ‘vem surpresa’ por ai. O exemplo citado foi o primeiro turno, onde a maioria dos institutos de renome erraram feio, principalmente em Mato Grosso do Sul.

Debate

Quanto ao debate do jornal Midiamax exibido na noite desta terça-feira, entre Odilon (PDT) e Azambuja (PSDB) ele disse eu foi duramente atacado, “ por isso tive que me defender”

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Até 9h de amanhã
Corumbá e mais 23 cidades de MS estão sob alerta de chuvas intensas
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Dados IBGE
Em 12 anos, quase 60 mil pessoas trocaram casa por apartamentos em MS
Nota Oficial
APAE de Campo Grande divulga nota de esclarecimento sobre bolsas coletoras
Pesquisa
UFMS apresenta Plano de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira à Sudeco
Cursos
Academia de Música Manoel Florêncio abre inscrições para 127 vagas
Um menor
Operação resgata 20 trabalhadores sob condições de escravidão em fazenda de limão
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Convênio
Pacientes bolivianos em tratamento oncológico em Corumbá terão 75% de desconto na Andorinha
Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá

Mais Lidas

Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal