Menu
sexta, 01 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Eleição em MS terá segundo turno disputado entre Reinaldo e Odilon

07 outubro 2018 - 19h41Campo Grande News

Com 95% das urnas apuradas, votação dos dois candidatos aponta segunda fase da disputa; no Senado, Nelsinho e Soraya lideram

A eleição em Mato Grosso do Sul será definida em segundo turno entre o atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT). A definição foi apontada no início da noite deste domingo (7), com a apuração no TRE (Tribunal Regional Eleitoral), após 99% das urnas serem apuradas. A votação também sugere mudanças no Senado: Nelsinho Trad (PTB) e Soraya Thronicke (PSL) aparecem à frente na briga pelas duas vagas.

Reinaldo teve 44,61% dos votos, ou 571.337 no total. Odilon, por sua vez, chegou a 31,67% da preferência dos eleitores, ou 405.606.

Junior Mochi (MDB) somou 11,65% dos votos, ou 149.234. Humberto Amaducci (PT) totalizou 10,16% dos eleitores, ou 130.068 votos. Marcelo Bluma (PV) atingiu 1,28% dos votos (16.420); enquanto João Alfredo (PSOL) chegou a 0,62% (7.962).

De 1.408.519 eleitores, 1.231.839 (87,46%) compareceram as urnas, com 65.671 votos em branco (4,66%) e 11.009 nulos (7,88%). A abstenção foi de 21,21% (379.123). O resultado foi acompanhado por torcida na área de apuração do TRE.

Senado – A disputa pelo Senado foi a mais movimentada. Se por um lado Nelsinho sempre figurou na apuração como primeiro colocado, a candidata do PSL apontou ascendência conforme os votos foram apurados.

Com 95% das urnas apuradas, Nelsinho tinha 18,44% dos votos (405.673), e Soraya totalizou 16,29% (358.311).

O senador Waldemir Moka apareceu com 15,62% (343.642 votos), à frente de Marcelo Miglioli, com 15,07% (331.563).

Aparecem na sequência da apuração Sergio Harfouche (PSC), com 12,69%; Zeca do PT, com 12,52%; Delcídio do Amaral (PTC), 4,81%; Gilmar da Cruz (PRB), 1,53%; Mário Fonseca (PC do B), 1,28%; Anisio Guató (Psol), 1,18%; e Dorival Betini (PMB), 0,56%. Por pendências na Justiça Eleitoral, os votos de Thiago Freitas (PPL) e Humberto Figueiró (Pode) não foram totalizados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cooperação
Bolívia devolve seis veículos furtados ao Brasil
Esclarecido
Enfermeiros e Técnicos do PS receberão horas extras restantes na próxima semana
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados
Plantão
De queda acidental à vítima de facada, Bombeiros registram 10 ocorrências em 24 horas
Audiência Pública
Prefeitura e Câmara apresentam relatórios de 2023 com números positivos
Em Corumbá
Ponte do Passo do Lontra terá iluminação em LED solar
Tempo
Sol prevalece na maior parte de MS, mas 'sextou' pode vir acompanhado de pancadas de chuvas
Em Corumbá, a variação deve ir de 27°C à 38°C nesta sexta-feira
Bombeiros
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nesta manhã em Corumbá
Plantão
Tucano é resgatado em casa do bairro Cervejaria
Valorização
Vem aí Super Chef Merendeira; Ladário participa da competição

Mais Lidas

Serviço Público
Santa Casa anuncia fechamento do setor psiquiátrico em Corumbá
10 vagas em MS
Inscrições estão abertas para concurso da Caixa com três vagas em Corumbá
Confirmado
Dupla sertaneja Henrique e Diego é a principal atração cultural do FIPEC 2024
Ensino
Curso "Me salve!" está com matrícula grátis e 1ª mensalidade para 10 de março