Menu
quarta, 03 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

El Niño deve elevar preços de alimentos in natura, diz BC

23 dezembro 2015 - 10h54Portal Terra
O fenômeno climático El Niño, que se caracteriza pelo aquecimento da temperatura das águas superficiais da costa do Oceano Pacífico, deve levar ao aumento dos preços de alimentos in natura, com desdobramentos sobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A avaliação consta do Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje (23) pelo Banco Central (BC). O El Niño gera seca ou excesso de chuva nos trópicos e zonas subtropicais. No Brasil, o fenômeno é associado ao aumento das chuvas no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. “O fenômeno causa alterações no padrão de chuva das distintas regiões, exercendo impacto sobre a inflação, seja pelo aumento de custos na produção de alimentos, seja pela redução nas tarifas de energia elétrica em cenário de aumento do nível dos reservatórios”, diz o relatório. Segundo o BC, o impacto do El Niño nos alimentos in natura deverá ser mais acentuado do que no início de 2016. O BC estima que o impacto do aumento desses alimentos para a variação do IPCA em 2016 alcance 0,19 ponto percentual no primeiro trimestre, recuando para 0,13 ponto percentual até o fim do ano. No caso das tarifas de energia, a eventual troca de bandeira vermelha para amarela reduzirá a inflação em 0,18 ponto percentual. Se houver troca de bandeira de vermelha para verde, a redução na inflação será de 0,36 ponto percentual. Ao unir os dois efeitos sobre o IPCA – preços de alimentos in natura e da energia – o resultado tende a ser neutro, mas, dependendo da evolução das tarifas de energia elétrica, pode ser favorável à trajetória da inflação em 2016.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

COMBATE A PANDEMIA
Vereadores buscam emendas parlamentares para aquisição de vacinas contra a Covid-19
ADMINISTRAÇÃO
Projeto de Lei prevê criação de Subprefeituras no Município de Corumbá
BOLETIM COVID
Covid-19: MS tem mais de 183 mil casos confirmados e 3,3 mil mortes
DESENVOLVIMENTO
Cinco mil pessoas que vivem em áreas remotas do Pantanal terão energia elétrica
SEM MÉDICO PERITO
INSS de Corumbá não realiza perícia médica e complica vida de trabalhadores
POLICIAL
Após briga mulheres são presas no bairro Aeroporto
POLICIAL
PM prende irmãs após briga no Popular Nova
DESAPARECIDO
Trabalhador de fazenda na Região do Paiaguás está desaparecido
ECONOMIA
Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro
HABITAÇÃO
Durante sessão, vereador pede à Prefeitura, regularização fundiária no Jatobazinho

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
IEL oferece vagas de estágio para Corumbá e mais 5 cidades do Estado
POLICIAL
PM prende irmãs após briga no Popular Nova
POLICIAL
Após briga mulheres são presas no bairro Aeroporto
EDUCAÇÃO
Vereadores aprovam projeto do Executivo que atende professor temporário na Reme